The right man in the right place

interações entre gerência científica e formação profissional na indústria ferroviária paulista (1920-1950)

Autores

  • Ana Torrejais Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/khronos.v0i9.168920

Palavras-chave:

Indústria Ferroviária, Gerência Científica, Formação Profissional

Resumo

O desenvolvimento da indústria ferroviária brasileira na primeira metade do século XX deveu-se a uma conjunção de fatores, que seriam determinantes para a progressiva modernização tecnológica deste setor. Entre esses fatores, pretende-se analisar o impacto das estratégias de capacitação da força de trabalho, adotadas pelas companhias ferroviárias paulistas a partir de 1920 e em articulação com as normativas internacionais de gerência cientifica. Conforme se procurará demonstrar, a consolidação do ensino profissional no setor industrial ferroviário deveu-se, sobretudo, à atuação do engenheiro Roberto Mange, idealizador da Escola Profissional Mecânica do Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, posteriormente substituída pelo Centro Ferroviário de Ensino e Formação Profissional e finalmente continuado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Profissional, prevalecendo os fundamentos da organização racional do trabalho na metodologia de ensino veiculada por estas instituições.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-07-11

Como Citar

Torrejais, A. (2020). The right man in the right place: interações entre gerência científica e formação profissional na indústria ferroviária paulista (1920-1950). Khronos, (9), 216-234. https://doi.org/10.11606/khronos.v0i9.168920

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)