Afrodite em Simônides (Frs. 541 e 575 P)

  • Giuliana Ragusa Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Simônides, mélica tardo-arcaica, Afrodite, fragmentos

Resumo

No corpus de Simônides, poeta mélico tardo-arcaico, só dois fragmentos trazem Afrodite: 541, em estado precário, e 575 P, que se reduz a dois versos. A despeito dessas condições, há nos contornos da deusa traços que ou reiteram motivos recorrentes em suas representações poéticas arcaicas, ou acrescentam-lhes outros não anteriormente verificados. Analisá-los e a imagem de Afrodite em Simônides: eis o objetivo deste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-06-27
Como Citar
Ragusa, G. (2013). Afrodite em Simônides (Frs. 541 e 575 P). Letras Clássicas, 17(1), 3-33. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v17i1p3-33
Seção
Artigos