Exempla di δίδαξις nel mondo animale: il caso dell’ ἀράχνη

  • Gabriella Guarino Università degli Studi di Salerno

Resumo

Na história humana, a importância do animal como objeto cultural não foi muito inferior à do animal stricto sensu. O animal é “muito bom” de ser estudado, não só pelas complexas interações estabelecidas com o mundo humano, mas também por sua importância como representação no imaginário das tradições culturais das sociedades antigas e modernas. Como se sabe, depois de Aristóteles a zoologia se tornou etologia; o retorno do animal a suas funções simbólicas e arcaicas poderia explicar a complexidade das obras científicas de Plutarco, baseadas em diferentes competências: zoológica, científica, anedótica, mas também retórica e filosófica. A análise das virtudes atribuídas ao mundo animal feita por Cheronese revela que muitas vezes eles são descritos para commovere o público. Há diversas observações a respeito da utilização e da reutilização do repertório zoológico em Plutarco. A polivalência semântica do animal é aqui irrefutável: em Plutarco, o animal pode ser objeto de um estudo pseudocientífico, um símbolo, uma metáfora, uma símile, um instrumentum usado para refutar ideias e persuadir o leitor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriella Guarino, Università degli Studi di Salerno
dottore di ricerca in filologia classica, attualmente cultrice della materia in teoria della letteratura, letteratura e pubblicità, metodologia e storia della critica letteraria.
Publicado
2013-11-28
Como Citar
Guarino, G. (2013). <em>Exempla</em&gt; di δίδαξις nel mondo animale: il caso dell’ ἀράχνη. Letras Clássicas, 17(2), 63-76. https://doi.org/10.11606/issn.2358-3150.v17i2p63-76
Seção
Artigos