Efeito dominó na América Latina: influência do sistema internacional nos regimes políticos.

  • Italo Beltrão Sposito Universidade de São Paulo. Instituto de Relações Internacionais
Palavras-chave: América Latina, sistema internacional, difusão, autocracia, democracia

Resumo

Este artigo busca encontrar fatores internacionais influentes nos processos de ascensão de regimes autocráticos e democratização ocorridos na América Latina durante, respectivamente, as décadas de 1960 e 1970, e as décadas de 1980 e 1990. Além de considerar os fatores endógenos que foram determinantes nesses processos, são investigadas as principais influências externas sobre as mudanças de regime democrático. Os fatores considerados são: a influência dos Estados Unidos sobre a região, no primeiro processo, a partir dos programas de assistência militar e da incorporação de sua Doutrina de Segurança Nacional por parte das escolas superiores de guerra em diversos países da América Latina e, no segundo processo, pela guinada em sua política em relação à região, quando passou a defender os valores democráticos e evitar ajuda a regimes autocráticos. O sistema internacional – no primeiro momento caracterizado pela bipolarização ideológica da Guerra Fria – levou à radicalização das posturas políticas nos países da América Latina em um momento crucial de seu processo de desenvolvimento, como resultado a ascensão de ideologias de cunho anticomunista. No período de democratização, a política internacional pode ter sido um fator influente pela consideração de que os regimes democráticos se tornara um imperativo para se inserir na economia internaciona

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Italo Beltrão Sposito, Universidade de São Paulo. Instituto de Relações Internacionais
Doutorando e Mestre em Relação Internacionais pelo IRI-USP, com Graduação em Relações Internacionais pela UNESP e Especialização em Integração Latino-americana pela UFPR.
Publicado
2012-09-02
Como Citar
Sposito, I. (2012). Efeito dominó na América Latina: influência do sistema internacional nos regimes políticos. Leviathan (São Paulo), (5), 36-61. https://doi.org/10.11606/issn.2237-4485.lev.2012.132308
Edição
Seção
Instituições Políticas, Políticas Públicas e Política Comparada