A Influência da gramática filosófica no conceito de verbo em gramáticas brasileiras

  • Mairus Antonio Prete Instituto Federal do Paraná
Palavras-chave: História das ideias linguísticas, Gramáticas brasileiras, Conceito de verbo, Critérios distintivos, Acumulação do conhecimento

Resumo

Nosso objetivo no presente artigo é analisar a influência da gramática filosófica no conceito de verbo presente em gramáticas publicadas em dois momentos da gramaticografia brasileira: o final do século XIX e o início do século XX; o final do século XX e o início do século XXI. Para isso, descrevemos os critérios distintivos do conceito de verbo em gramáticas filosóficas, como a de Jerônimo Soares Barbosa, e depois comparamos com os conceitos presentes nas gramáticas que selecionamos para nosso corpus. Esse procedimento nos levou a constatar que os conceitos de verbo das gramáticas selecionadas apresentam critérios distintivos se- melhantes ao da gramática filosófica, fato que relativiza a ideia de que esta seja uma tradição totalmente superada pelas gramáticas publicadas na transição do século XIX para o XX, ou uma tradição irrelevante em gramáticas publicadas na transição do século XX para o XXI. Realizamos esta pesquisa com base nos pressupostos da História das Ideias Linguísticas (AUROUX, 2009), corrente para a qual a acumulação de conhecimento é fundamental seu desenvolvimento na longa duração do tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-09
Como Citar
Prete, M. (2019). A Influência da gramática filosófica no conceito de verbo em gramáticas brasileiras. Linha D’Água, 32(1), 175-193. https://doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v32i1p175-193
Seção
Artigos originais