O nome da língua no Brasil oitocentista

Palavras-chave: Português do Brasil, primeiras referências, século XIX, língua laica, língua científica

Resumo

Este trabalho dá notícia das primeiras referências que se fizeram sobre a denominação do português falado no Brasil em textos linguísticos e não linguísticos publicados no século XIX. Nesse intuito, o trabalho traça juízo sobre estudos avulsos acerca das características e origens do então denominado dialeto brasileiro, seja no âmbito dos ensaios publicados em revistas de difusão científica e cultural, seja em crônicas e artigos publicados nos periódicos jornalísticos mais relevantes, sem descurar de eventuais referências no campo da gramatização do português. Suas conclusões são de que a sociedade oiticentista trabalha com dois conceitos sobre a natureza do português brasileiro: um laico, em que as noções de língua e de linguagem se imiscuem numa referência ao português como instrumento de comunicação social distinto de outros sistemas linguísticos, tais como o da língua brasílica; outro científico, em que prevalece a noção geolinguística de dialeto para caracterizar o português do Brasil em face do português europeu.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-23
Como Citar
Cavaliere, R. (2019). O nome da língua no Brasil oitocentista. Linha D’Água, 32(1), 81-106. https://doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v32i1p81-106
Seção
Artigos originais