No coração do fantástico moderno: “Check Up”, de Augusta Faro

  • Ana Paula dos Santos Martins Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Fantástico moderno, Augusta Faro, Condição feminina, Erotismo.

Resumo

Neste artigo, analisa-se como Augusta Faro, no conto “Check Up”, problematiza o relacionamento amoroso homem-mulher, pela ótica feminina, por meio do recurso ao ‘fantástico moderno’. O erotismo funde-se ao amor e o narrador realiza um movimento que parte do acontecimento insólito do coração ressequido da personagem para revelar a relação da protagonista com o amor, o desejo, a liberdade e a opressão nas sociedades contemporâneas.

Biografia do Autor

Ana Paula dos Santos Martins, Universidade de São Paulo

Doutora em Letras – Teoria Literária e Literatura Comparada, pela Universidade de São Paulo (USP). O presente artigo é uma versão adaptada de parte da pesquisa desenvolvida em nível de pós-doutorado no Departamento de Letras e Clássicas e Vernáculas da USP, intitulada O fantástico e suas vertentes de autoria feminina no Brasil e em Portugal, que contou com uma bolsa de Pós-Doutorado Júnior do CNPq e foi supervisionada pela Profa. Dra. Nádia Battella Gotlib.

E-mail: anasanmartins@yahoo.com.br

Referências

ALAZRAKI, Jaime. ¿Qué es lo neofantástico? In: ROAS, David (org.). Teorías de lo fantástico. Madrid: Arco/Libros, 2001. BATAILLE, George. El Erotismo. Col. Ensayo. Espanha: Tusquets Editores, 1997. BATALHA, Maria Cristina. A literatura fantástica no Brasil: alguns marcos referenciais. In: RAMOS, Maria Celeste T.; ALVES, Maria Cláudia R.; HATTNHER, Álvaro L. (orgs.). Pelas veredas do fantástico, do mítico e do maravilhoso. São Paulo: Cultura Acadêmica; São José do Rio Preto: HN, 2013. BESSIÈRE, Irène. O relato fantástico: forma mista do caso e da adivinha. Trad. Biagio D’Angelo. Fronteiraz, Revista Digital do Grupo de Pesquisa “O narrador e as fronteiras do relato”. v. 3, n. 3, set./2009. Disponível em: <http://www.pucsp.br/revistafronteiraz/numeros_anteriores/n3/downloa d/pdf/traducao2.pdf> Acesso em: 20 out. 2011. BORDO, Susan R. O corpo e a reprodução da feminidade: uma apropriação feminista de Foucault. In: BORDO, Susan R.; JAGGAR, Alison M. (orgs.) Gênero, corpo, conhecimento. Trad. Britta Lemos de Freitas. Coleção Gênero, n.1. Rio de Janeiro: Record/Rosa dos Tempos, 1997. CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos. 27ª. ed. Trad. Vera da Costa e Silva et al. Rio de Janeiro: José Olympio, 2015. CIRLOT, Juan-Eduardo. Diccionario de símbolos. 2ª. ed. Colección Labor, Nueva Serie 4. Barcelona: Editorial Labor, 1992. FARO, Augusta. A Friagem. Global Editora: Rio de Janeiro, 2001. IGNÁCIO, Ewerton de Freitas. Incomunicabilidade no cerrado goiano: uma leitura de “A Friagem”, de Augusta Faro. Revista Plurais-Virtual, Universidade Estadual de Goiás, Unidade Universitária de Ciências Socioeconômicas e humanas de Anápolis. Edição Especial. v. 3, n. 2, 2013. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2014. LÉVY, Ann-Deborah. Eros. In: BRUNEL, Pierre (org.). Dicionário de mitos literários. Trad. Carlos Sussekind et al. 4ª. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2005, p. 319-24.

LIPOVETSKY, Gilles. A terceira mulher: permanência e revolução do feminino. Trad. Maria Lucia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. PAULA JÚNIOR, Francisco Vicente. O fantástico feminino nos contos de três escritoras brasileiras. 2011. 216 p. Tese (Doutorado em Letras - Literatura e Cultura). Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2011. PLATÃO. Um Banquete. In: PLATÃO. Diálogos. Seleção, introdução e tradução direta do grego por Jaime Bruna. São Paulo: Cultrix, 2012. REIS, Roberto. O fantástico do poder e o poder do fantástico. Ideologies and Literature, n. 134, p. 3-33, 1980. Disponível em: http://ideologiesandliterature.org/docs/journals/journals_v1_n13_02.pdf. Acesso em: 25 jan. 2014. ROAS, David. A ameaça do fantástico: aproximações teóricas. Trad. Julián Fucks. São Paulo: Editora UNESP, 2014. RUBRO, Rafael. Augusta Faro: 30 anos de Literatura I, II, III e IV. 2012. Disponível em: <http://www.ubebr.com.br/post/homenagens/augustafaro-30-anos-de-literatura-i-ii-iii-e-iv-por-rafael-rubro>. Acesso em:16 mar. 2014. TODOROV, Tveztan. Introdução à literatura fantástica. São Paulo: Perspectiva, 2003. TOLEDO, Roberto Pompeu de. Histórias de mulheres e de Goiás. Revista Veja, Seção “Ensaio”, 26 mai. 1999, p.170. WILSHIRE, Donna. Os usos do mito, da imagem e do corpo da mulher na re-imaginação do conhecimento. In: BORDO, Susan R; JAGGAR, Alison M. (org.) Gênero, corpo, conhecimento. Trad. Britta Lemos de Freitas. Coleção Gênero, n.1. Rio de Janeiro: Record/Rosa dos Tempos, 1997. XAVIER, Elódia. O corpo erotizado. In: XAVIER, Elódia. Que corpo é esse? O corpo no imaginário feminino. Florianópolis: Editora Mulheres, 2007.

Publicado
2017-12-23