Os lobos dentro das paredes (Neil Gaiman) e a série de TV Stranger Things: o fantástico e a construção audiovisual

Palavras-chave: Neil Gaiman, Stranger Things, Literatura fantástica, Literatura e TV.

Resumo

O objeto deste artigo é identificar possibilidades de leitura e correlações entre a graphic novel Os lobos dentro das paredes, de Neil Gaiman, lançado nos Estados Unidos em 2003 (no Brasil, o livro Os lobos dentro das paredes foi lançado em 2006, pela Editora Rocco), e a primeira temporada da série Stranger Things, criada pelos irmãos Matt e Ross Duffer, distribuída pela Netflix, veiculada a partir em 15 de julho de 2016. O livro de Gaiman narra a história de uma garota que ouve ruídos vindos de dentro das paredes de sua casa; ela tenta avisar os pais, porém, os lobos tomam a casa. Temática similar ressurge na primeira temporada da série de TV Stranger Things, cuja narrativa se desenvolve na cidade de Hawkins, Indiana, e gira em torno do desaparecimento do menino Will. Ao longo dos episódios, um ser monstruoso, sem rosto, surge das paredes da casa, aterrorizando os personagens. O presente trabalho, no âmbito da Literatura comparada, propõe, como referencial teórico, os estudos de Todorov sobre as estruturas narrativas e a literatura fantástica, e os pressupostos de David Roas em Ameaça do fantástico.

Biografia do Autor

Sandra Trabucco Valenzuela, Universidade Anhembi Morumbi
Pós-doutora em Estudos Comparados na Universidade de São Paulo, tema: Literatura infanto-juvenil e audiovisuais. Bacharel e Licenciada em Letras pela USP, Mestrado e Doutorado em Literatura Hispano-Americana pela Universidade de São Paulo - FFLCH. Especialização em História da Arte pelo Centro Universitário Claretiano. Professora da Universidade Anhembi Morumbi.

Referências

BACHELARD, Gaston. La poética del Espacio. Bogotá: Fondo de Cultura Económica, 1993.

CAMPRA, Rosalba. Territórios da Ficção Fantástica. Rio de Janeiro:

Dialogarts, 2016.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANDT, Allan. Dicionário de Símbolos. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.

CORTÁZAR, Julio. "A casa tomada". In: CORTÁZAR, Julio. Bestiário. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

DUFFER BROTHERS. Montauk. Stranger Things Pilot Script. Disponível em: http://www.la-screenwriter.com/2016/08/09/stranger-things-pilot-script/.

Acesso em: 03 fev. 2017.

GAIMAN, Neil. Coraline. Rio de Janeiro: Rocco, 2014.

GAIMAN, Neil; MCKEAN, Dave. Os lobos dentro das paredes. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

POE, Edgar Allan. Histórias extraordinárias. 12ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

ROAS, David. A ameaça do fantástico. Aproximações teóricas. São

Paulo: Unesp, 2014.

STRANGER THINGS (2016). Netflix. Disponível em: https://www.netflix.com/title/80057281. Acesso em: 03 fev. 2017.

TODOROV, Tzvetan. Introdução à literatura fantástica. São Paulo:

Perspectiva, 2010.

TOLKIEN, John Ronald Reuel, O Hobbit. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

Publicado
2017-12-23