Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A palavra e o imaginário em Alice através do Espelho, de Lewis Carroll

Maria José Palo

Resumo


Este trabalho examina as inter-relações entre as funções lógicas do nonsense no discurso de Alice através do Espelho, de Lewis Carroll, e seus efeitos assimétricos e lúdicos mediados pela palavra celebrada pela técnica, imaginação e fantasia. Nossa hipótese prevê uma leitura possível de existência de orientação externa aos falares e acentuações, no pensar de Bakhtin, que o escritor Carroll inaugura em seu trabalho de estratificação verbal discursiva a ser legitimado pelo ato de narrar entre dois limiares, o semiósico e o linguístico. Guiada pela lógica especular, a palavra nonsensi
cal passa a ser uma voz interativa no discurso. Neste caso, o compromisso da palavra na narrativa carrolliana não-finalizada se remete à anti-lógica da linguagem, não mais única, mas celebrando as leis da prosa poética pelo imaginário.

Palavras-chave


interações dialógicas; não-finalização; diálogo; imaginário; criatividade; poética

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Infância e história. Trad. Henrique Burigo. Belo Horizonte:UFMG, 2008.

BAKHTIN, M.M. Problems of Dostoiévski Poetics. Ed. and. Transl. Caryl Emerson. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1984.

BAKHTIN (V.N.Volochinov). Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na Ciência da Linguagem. 3a ed. Trad. Michel Lahud e Carlos Henrique D. Chagas Cruz. São Paulo: Hucitec, 1986.

BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética. A teoria do romance. Trad. Aurora Fornoni Bernardini et al. São Paulo: Hucitec, 1988.

BENVENISTE, Émile. Problemas de Linguística Geral II. 2 ed. Tradução de Eduardo Guimarães. Campinas , SP: Pontes Editores, , 2006.

CLARK, Katerina, HOLQUIST, Michael. Mikhail Bakhtin. Trad. Jacob Guinsburg. São Paulo: Perspectiva, 1998.

GARDNER, Martin. Alice. Edição Comentada. Aventuras de Alice nos pais das maravilhas & através do espelho. Trad. Maria Luiza X. de A Borges. Rio de Janeiro:Zahar, 2002.

GEDDES & GROSSET (Eds.). The Complete Stories and Poems of Lewis Carroll. Great Britain: Scotland, 2005.

JAKOBSON, Roman; POMORSKA, Krystyna. O fator tempo na língua e na literatura. In: Diálogos. Trad. Bóris Schnaiderman e Léon Kossovitch; Haroldo de Campos. São Paulo: Cultrix, 1993.

MORSON, Gary Saul & EMERSON, Caryl. Mikhail Bakhtin. Criação de uma prosaística. Tradução de Antonio de Pádua Danesi. São Paulo: Edusp, 2008.

STAM, ROBERT. Bakhtin. Da teoria literária à cultura de massa. Tradução de Heloísa Jahn. São Paulo: Ática, 1992.

TIHANOV, Galin. A importância do grotesco. In: Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso. Vol. 7, no 2, 2012, p. 165-178.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9826.literartes.2014.89210

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.