[1]
A. de Gomes e R. Ribeiro, “O fantástico, a mulher e a significação social do insólito no conto "As flores" de Augusta Far”o, Literartes, vol. 1, nº 7, p. 162-179, dez. 2017.