ÓDIO E PODER

  • Dionei Mathias Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: Elfriede Jelinek, Die Klavierspielerin, A pianista, Poder, Ódio, Emoções

Resumo

Este artigo pretende analisar a conexão entre ódio e poder no romance Die Klavierspielerin (A pianista), escrita por Elfriede Jelinek. Após uma introdução que discute a questão do poder, como entendido para os fins deste artigo, o texto reflete sobre (1) as práticas maternas de poder, (2) a reprodução dos modelos de socialização e (3) o corpo e o aluno Klemmer como duas fontes do ódio e do poder.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dionei Mathias, Universidade Federal de Santa Maria
Professor de língua e literatura alemãs na Universidade Federal de Santa Maria. Possui formação em Letras pela Universidade de Hamburgo (Grund- und Hauptstudium, Magister Artium, Doktor phil.) e pela Universidade Federal do Paraná (Doutorado em Letras).
Publicado
2017-07-18
Como Citar
Mathias, D. (2017). ÓDIO E PODER. Literatura E Sociedade, 21(23), 73-89. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i23p73-89
Seção
Ensaios