Formas narrativas em Samuel Rawet

  • Jaime Ginzburg Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Samuel Rawet, narrativa, elipse, estética do choque

Resumo

Neste artigo são estudados três contos de Samuel Rawet publicados em seu livro Os sete sonhos. Através das reflexões, podemos observar o emprego de recursos oníricos, suspendendo os limites entre imaginação e realidade. Nessas narrativas, a elipse é muito importante, assim como estratégias estéticas de choque. Para fundamentar o artigo, consideramos trabalhos de Berta Waldman e Rosana Kohl Bines sobre o autor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaime Ginzburg, Universidade de São Paulo (USP)

Jaime Ginzburg é professor de Literatura Brasileira na FFLCH – USP desde 2003. Pesquisador da CNPq. Autor de Crítica em tempos de violência (2017) e Literatura, violência e melancolia (2013), entre outros trabalhos. Coordenador do Grupo de Pesquisa Literatura e cinema no Brasil contemporâneo. Foi professor visitante em: UFMG, UNESP, University of Minnesota, King’s College London e Universitat Bielefeld.

Publicado
2019-09-19
Como Citar
Ginzburg, J. (2019). Formas narrativas em Samuel Rawet. Literatura E Sociedade, 24(29), 62-71. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i29p62-71
Seção
Dossiê