Antonio Candido, criador da área de Teoria Literária e Literatura Comparada

Autores

  • Sandra Nitrini Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p11-24

Palavras-chave:

Antonio Candido, Teoria geral da literatura, Teoria literária e literatura comparada, Letras, Corpo docente

Resumo

Amparado na sua atuação de crítico literário, ainda como professor de Sociologia, Antonio Candido percebeu que havia uma carência de estudos gerais introdutórios e estudos teóricos espe-cializados, indispensáveis para uma boa formação acadêmica dos estudantes de Letras, ao contrário do que ocorria em outras faculdades e em outros cursos, nas quais já existiam disciplinas com este objetivo. Ele se valerá desta observação para fundamen-tar sua sugestão de se criar uma disciplina deste teor no curso de Letras, encaminhada à Congregação da, então, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP e aprovada em 1959.

A atuação de Antonio Candido como professor que inaugurou o campo de estudos teóricos e comparativos na USP constitui o foco principal deste artigo, que contempla também um memento dos colaboradores que contribuíram e dos que contribuem atual-mente para o desenvolvimento da Área de Teoria Literária e Literatura Comparada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Nitrini, Universidade de São Paulo (USP)

Sandra Nitrini é professora titular sênior do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da Universidade de São Paulo. É autora de Literatura Comparada: história, teoria e crítica (2010, 3ª ed.); Um olhar sobre a Literatura Comparada no Brasil (Cadernos do IEB, n. 10, 2018, publicação online); Transfigurações: ensaios sobre a obra de Osman Lins (2010) e Poéticas em confronto: Nove, novena e o Novo Romance (1987). Organizou individualmente ou em parceria vários livros, dentre os quais o último, Memória & Trauma Histórico: Literatura e Cinema (2019), co-organizado por Andrea Saad Hossne, é o resultado de um projeto de pesquisa internacional, “Memória e Literatura”, parceria da USP com as Universidades Francesas Lyon2, Lyon3, École Normale Supérieure de Lyon e com a Universidade S. Martin, de Buenos Aires, no âmbito de um projeto mais amplo e pluridisiciplinar. Desenvolve pesquisas sobre teorias da Literatura Comparada e a história da Literatura Comparada, sobre a literatura de viagem de autoria de escritores e intelectuais brasileiros com destino à França na primeira metade do século XX e sobre o lugar de Osman Lins na Literatura Brasileira, a partir de sua correspondência com colegas, de suas aulas de Literatura Brasileira e de seus artigos e de suas manifestações sobre escritores brasileiros. É pesquisadora do CNPq  1A e membro do Grupo de Pesquisa Brasil-França do IEA (USP).

 

Downloads

Publicado

2019-12-06

Como Citar

Nitrini, S. (2019). Antonio Candido, criador da área de Teoria Literária e Literatura Comparada. Literatura E Sociedade, 24(30), 11-24. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p11-24