Minhas aulas com Antonio Candido

Autores

  • Aurora Fornoni Bernardini Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p25-39

Palavras-chave:

Estilística, Estruturalismo, Crítica temática, Análise ideológica, Análise literária como integração

Resumo

Este artigo partiu de anotações das aulas de Antonio Candido durante vários cursos ministrados por ele na FFLCH nos anos de 1970 a 1980 que foram aqui sintetizadas, no sentido de servirem como pró-memória para as aulas que eu mesma viria a ministrar em meus cursos de pós-graduação, nessa mesma Faculdade. A seleção visa dar os conceitos principais sobre os seguintes tópicos: a análise literária; a interpretação; o comentário; contribuições da retórica e da poética tradicionais; a explicação de textos; a estilística; o epílogo de Auerbach em Mimesis; o estruturalismo; a crítica temática; a análise ideológica; a análise literária como integração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aurora Fornoni Bernardini, Universidade de São Paulo (USP)

Aurora Fornoni Bernardini é professora do programa de pós-graduação dos programas de Teoria Literária e Literatura Comparada e de Letras Estrangeiras e Tradução. É tradutora, ensaísta e crítica literária. Publicou a tradução de Cartas a Suvórin, de Anton Tchékhov (2002). Em 2004 e 2007, recebeu o Prêmio Jabuti para tradução. Traduziu e organizou, com Daniela Mountian, Poesia russa: seleta bilíngue (2016) e, com Patrícia Peterle, Vozes: cinco décadas de poesia italiana (2017). É autora, entre outros, de  Aulas de Literatura Russa (2018).

Referências

ARISTÓTELES. Poética. Trad. Ana Maria Valente. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2008.

AUERBACH, Erich. Mimesis: a representação da realidade na Literatura Ocidental. São Paulo: Perspectiva, 1971.

AZEVEDO, Aluízio. O cortiço. São Paulo: Companhia das letras: 2016.

CANDIDO, Antonio. “A literatura e a formação do homem”. In: Revista Remate de Males. São Paulo (Campinas): 1999, p. 81-9.

COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

DUBOIS, J et al. Retórica geral. São Paulo: Cultrix, 1974, p. 71.

ECO, Umberto. Sobre a literatura. Rio de Janeiro: Record, 2003.

FREUD, Sigmund. A interpretação dos sonhos. São Paulo: Companhia das letras, 2019.

LIMA, Luiz Costa (org.). Teoria literária em suas fontes. v. 2. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2002.

LOTMAN, Iúri. A estrutura do texto artístico. Lisboa: Estampa, 1978.

LUKÁCS, Georg. A teoria do romance. São Paulo: Duas cidades, 2009.

MARX, Karl. O capital — Livro I. São Paulo: Ed. 34, 2017.

PLATÃO. A república. Trad. Maria Elena da Rocha Pereira. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2001.

PLEKHANOV, G. Os princípios fundamentais do marxismo. Trad. Sônia Rangel. São Paulo: Hucitec, 1978.

RICHARD, J. P. L’univers imaginaire de Mallarmé. Paris: Éd. du Seuil, 1962.

ROUSSET, Jean. Forme et signification: Essais sur le Structure Littéraires de Corneille à Claudel. Paris: Librairie Jose Corti, 1962.

SPITZER, Leo. Etudes de style. Paris: Gallimard, 1970, p. 25.

SPITZER, Leo. Linguistica e historia literaria. Madrid: Editorial Gredos, 1961.

TOLEDO, Dionísio de Oliveira. Teoria da literatura: Formalistas Russos. Porto Alegre: Ed. Globo, 1971.

VALÉRY, Paul. Discurso sobre estética. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 2002.

Downloads

Publicado

2019-12-06

Como Citar

Bernardini, A. F. (2019). Minhas aulas com Antonio Candido. Literatura E Sociedade, 24(30), 25-39. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p25-39