Sobre “O direito à literatura”, de Antonio Candido

  • Maria Sílvia Betti Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Antonio Candido, Direitos humanos, Literatura, Cultura

Resumo

Este artigo apresenta e discute as ideias centrais do ensaio “O direito à literatura”, de Antonio Cândido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Sílvia Betti, Universidade de São Paulo (USP)

Maria Sílvia Betti é professora do Programa de pós-graduação em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês da Universidade de São Paulo. Em 2016, apresentou trabalho de livre-docência intitulado Três Estudos de Dramaturgia e Teatro Norte-americanos, publicado em 2017 com o título Dramaturgia Comparada Estados Unidos /Brasil. Três estudos. Realizou pós-doutorado (2003-2004) na New York University. É organizadora do Grupo de Pesquisa Estudos Histórico Críticos e Dialéticos de Teatro Norte-americano e Brasileiro (CNPq).

Referências

CANDIDO, Antonio. “O direito à literatura”. In: Vários escritos. São Paulo: Duas cidades; Ouro sobre azul, 1995, p. 169-91.

DALVI, Maria Amélia. “Um clássico sobre educação literária. ‘O direito à literatura’ de Antonio Candido”. Revista Estação Literária. Londrina, v. 22, dez. 2018, p. 8-18.

LACERDA, Lóide e MATSUDA, Alice Atsuko. “A literatura como direito fundamental e a viabilização deste direito pelo método recepcional e outras metodologias”. Revista de Letras. Curitiba, UTFPR, v. 17, n. 21, jul./dez. 2015. Online em: http://periodicos.utfpr.edu.br/rl

NATALI, Marcos Piason. “Além da literatura”. Revista Literatura e Sociedade, v. 11, n. 9, 2006.

RAMASSOTE, Rodrigo Martins. “Inquietudes da crítica militante”. Tempo Social. Revista de Sociologia da USP, v. 23, n. 2, 2011.

sítios da internet

AGUIAR, Flávio Wolf de. O direito à literatura no século XXI: uma homenagem a Antonio Candido. Consultado em: 31/05/2012. Online em: https://blogdaboitempo.com.br/2012/05/31/o-direito-a-literatura-noseculo-xxi-uma-homenagem-a-antonio-candido-por-flavio-aguiar/

ARNT, Gustavo. Antonio Candido: uma crítica de vertentes. Revista Água Viva, Universidade de Brasília, v. 1, n. 1, 14 abr. 2011. Disponível online em: https://periodicos.unb.br/index.php/aguaviva/article/view/10533

ALMINO, João. “O sonho acordado das civilizações”. Helena. Uma revista de ideias, artes e cultura. Biblioteca Pública do Paraná. Online em: dascivilizacoes.html

CEREZA, Haroldo Ceravolo. A literatura como sistema. Online em: https://revistapesquisa.fapesp.br/2017/07/18/a-literatura-comosistema/

GRAZZI. “Crítica ao ‘Direito à Literatura’ de Antonio Candido”. Grupo de Estudos de Cultura e Marxismo. Online em:

https://culturaemarxismo.wordpress.com/2013/09/10/critica-aodireito-a-literatura-de-antonio-candido/

MORAES, Isabella Lígia. “A literatura e seu poder de resgate da totalidade humana”. Grupo de Pesquisa “A educação estética do homem: o texto literário na formação humanística”, coordenado pelo prof. Dr. Audemaro Taranto Goulart, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUC Minas. Online em: http://www.ufjf.br/darandina/files/2010/12/5a.-edição-artigo11.pdf

Publicado
2019-12-06
Como Citar
Betti, M. (2019). Sobre “O direito à literatura”, de Antonio Candido. Literatura E Sociedade, 24(30), 56-63. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p56-63