A tradição oral e o aparecimento da ficção

Autores

  • Eduardo Vieira Martins Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p163-171

Palavras-chave:

Antonio Candido, romance, história literária, Romantismo, Bernardo Guimarães

Resumo

A partir de uma questão sugerida por Antonio Candido na Formação da literatura brasileira — a difi-culdade que os escritores tiveram para elaborar um estilo adequado à representação dos costumes das comunidades do interior do país, inclusive dos dialetos regionais, desviantes da norma culta da língua portuguesa — este artigo tem o objetivo de dis-cutir algumas estratégias empregadas por Bernardo Guimarães para incorporar a tradição oral no romance, um gênero culto e vinculado ao livro, destinado ao público leitor urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Vieira Martins, Universidade de São Paulo (USP)

Eduardo Vieira Martins é professor associado do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da Universidade de São Paulo. É autor do livro A fonte subterrânea — José de Alencar e a retórica oitocentista (2005).

Downloads

Publicado

2020-03-13

Como Citar

Martins, E. V. (2020). A tradição oral e o aparecimento da ficção. Literatura E Sociedade, 24(30), 163-171. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i30p163-171