Portal da USP Portal da USP Portal da USP

De Shandy a Lísias: uma análise do jogo entre autor, narrador e leitor

Willian Vieira

Resumo


O artigo a seguir propõe uma comparação crítico-teórica entre The Life and Opinions of Tristam Shandy, Gentleman, de Laurence Sterne e Divórcio, de Ricardo Lísias. Busca-se aproximar o romance do século 18 em primeira pessoa, visto por muitos críticos como sátira genérica com elementos autobiográficos, do romance autoficcional contemporâneo, que repete e exacerba tais elementos e mecanismos ao infinito, a partir da análise do pacto de leitura e da suspensão estatutária entre discursos real e ficcional.

Palavras-chave


autoficção; estatuto textual; pacto de leitura; performance

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2016.126766

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Willian Vieira

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.