Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Jamil Almansur Haddad, um poeta à deriva

Christina Stephano de Queiroz

Resumo


A história de Jamil Almansur Haddad, poeta, ensaísta e tradutor brasileiro, foi marcada pela dificuldade dos críticos de entender e classificar sua poesia – seja em relação às escolas literárias brasileiras ou sobre suas influências árabes. Filho de imigrantes libaneses, Haddad foi considerado figura controversa e polêmica e fez parte da elite pensante, ao publicar ensaios políticos e literários nos principais jornais e revistas do país. Apesar dessa centralidade, o autor se tornou, hoje, desconhecido pelo público leitor. Assim, o objetivo deste artigo é delinear a trajetória intelectual do poeta, destacando suas transições e contradições com as escolas literárias brasileiras entre os anos 1930 a 1980.


Palavras-chave


Jamil Almansur Haddad, cânone, imigração árabe, Geração de 45, Modernismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2016.97265

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Christina Stephano de Queiroz

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.