Edição Atual

v. 9 n. 2 (2018): Mare Nostrum

As contribuições do presente número da revista Mare Nostrum são dedicadas, principalmente, à discussão do caráter estatal (ou não) da política no Mundo Antigo, particularmente na Atenas democrática. Tal debate é conduzido por meio de uma tentativa de aproximação entre classicistas e historiadores brasileiros e argentinos: toma-se como ponto de partida o artigo de Diego Paiaro (Universidad Nacional de General Sarmiento/Universidad de Buenos Aires/CONICET), La Pólis, el Estado y los Ciudadanos de la Democracia Ateniense como Comunidad Indivisa, esse então é comentado por Priscila Gontijo Leite (Universidade Federal da Paraíba), Marcelo Campagno (Universidad de Buenos Aires/CONICET), César Sierra Martín (Universitat Autònoma de Barcelona), Marta Mega de Andrade (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Julián Gallego (Universidad de Buenos Aires/CONICET) e Norberto Luiz Guarinello (Universidade de São Paulo). O próprio Diego Paiaro fecha o debate com uma tréplica sobre os pontos levantados pelos comentários.

A edição também conta com três resenhas. A primeira delas se refere à obra de Neville Morley, Classics: Why It Matters, feita por Juliana Bastos Marques (UNIRIO); a segunda ao livro mais recente de Robert Drews, Militarism and the Indo-Europeanizing of Europe, realizada por Renan Falcheti Peixoto (MAE-USP); e a terceira, responsável por fechar o número, é composta por Helton Lourenço (UFOP) e trata da obra de Grant A. Nelsestuen, Varro the Agronomist: Political Philosophy, Satire and Agriculture in the Late Republic.

Publicado: 2018-09-24

Edição completa

Editorial

Ver Todas as Edições