Stuart Hall, a partir da e na América Latina

Autores

  • Daniel Mato Universidad Nacional de Tres de Febrero. Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v9i2p47-66

Palavras-chave:

Estudos Culturais, genealogias, Stuart Hall, América Latina, prática social

Resumo

Este artigo discute como as ideias de Hall foram incorporadas de forma rápida, rigorosa e crítica pelos estudiosos e intelectuais na América Latina considerados pioneiros no campo dos Estudos Culturais latino-americanos e aqueles que os seguiram; por outros que realizam um trabalho crítico, mas recusam o rótulo de Estudos Culturais; finalmente, por aqueles cujo trabalho poderia ser identificado como estudo cultural, mas que não o consideram como tal. Esta análise leva a concluir que seria simplista limitar a discussão da importância das ideias de Hall na América Latina ao campo dos chamados Estudos Culturais latino-americanos. Esse tema merece um olhar mais aprofundado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Mato, Universidad Nacional de Tres de Febrero. Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas

Investigador Principal do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet) no Centro Interdisciplinar de Estudos Avançado na Universidade Nacional de Três de Fevereiro (Untref), Foi professor visitante em universidades da Espanha, Estados Unidos e de vários países da América Latina

Downloads

Publicado

2015-12-07

Como Citar

Mato, D. (2015). Stuart Hall, a partir da e na América Latina. MATRIZes, 9(2), 47-66. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v9i2p47-66

Edição

Seção

Dossiê