Mídia, telejornalismo e educação

  • Beatriz Becker Universidade Federal do Rio de Janeiro. Departamento de Expressões e Linguagens
Palavras-chave: Mídia, educação, media literacy, análise televisual, telejornalismo

Resumo

A convergência provoca reconfigurações na produção e no consumo da informação. As audiências são cada vez mais participativas, mas a mídia ainda estabelece a agenda pública na contemporaneidade. A difusão do saber em distintos dispositivos e linguagens constitui-se em um complexo desafio para a Educação. Leituras críticas e criativas das mensagens da mídia colaboram para a ampliação de conhecimentos sobre a realidade social. Este artigo propõe uma reflexão sobre a pertinência da incorporação das dimensões teórico-metodológicas da media literacy e da análise televisual no ensino do jornalismo e na formação escolar por permitirem compreender a relevância dos códigos audiovisuais na elaboração e ressignificação dos discursos midiáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Becker, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Departamento de Expressões e Linguagens
Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura e do Departamento de Expressões e Linguagens da ECO-UFRJ e bolsista de produtividade do CNPq. Pós-doutorado na PUC-SP e na Goldsmiths, University of London
Publicado
2016-08-23
Como Citar
Becker, B. (2016). Mídia, telejornalismo e educação. MATRIZes, 10(1), 149-164. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v10i1p149-164
Seção
Em Pauta/Agenda