Entre a greve e o locaute:

os ethè em disputa pelo lugar de verdade nas cenografias ideológicas que paralisaram o Brasil

Palavras-chave: Comunicação, ideologia, cenografia, ethos discursivo, discurso político

Resumo

A paralisação dos rodoviários no Brasil em 2018 colocou em disputa forças ideológicas que usam o medo para se perpetuarem no imaginário. Neste artigo, daremos ênfase a notícias que caracterizaram a paralisação como um locaute, em contraposição ao cenário de greve pretendido pela categoria. O objetivo é analisar o discurso midiático que favoreceu uma cenografia pretendida pelo governo. Como aporte teórico, são mobilizados estudos sobre formação de crença, de Bateson; emoções, de Damásio e Ekman; ideologia da desconexão, de Taylor; e semiologia, do círculo de Bakhtin. O marco teórico de análise do discurso é o da escola francesa, de Dominique Maingueneau. A pesquisa é do tipo exploratório, bibliográfica, com abordagem qualitativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Simões Antunes Junior, Universidade Feevale

Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Porto Alegre/Brasil). Pós Doutorando em Processos e Manifestações Culturais pela Universidade Feevale (Feevale).

Ernani Cesar de Freitas, Universidade Feevale

Doutor em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Porto Alegre/Brasil). Professor na Universidade Feevale (Feevale) e na Universidade de Passo Fundo (UPF). E-mail: ernanic@feevale.br.

Referências

Amossy, R. (Org.). (2011). Imagens de si no discurso: A construção do ethos (2a ed.). São Paulo, SP: Contexto.

Antunes Junior, F. S. (2016). A retórica do medo: Uma análise neurolinguística da mídia (Tese de doutorado). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS. Recuperado de https://bit.ly/33XNZSv

Bandler, R., & Grinder, J. (2004). A estrutura da magia. São Paulo, SP: Summus.

Bartolli Filho, C. (2012). Novas doenças, velhos medos: A mídia e as projeções

de um futuro apocalíptico. In Y. N. Monteiro, & M. L. T. Carneiro (Orgs.),

As doenças e os medos sociais (pp. 13-36). São Paulo, SP: Fap-Unifesp.

Bateson, G. (1987). Natureza e espírito: Uma unidade necessária. Lisboa, Portugal: Publicações Dom Quixote.

Bauman, Z. (2009). Confiança e medo na cidade. Rio de Janeiro, RJ: Zahar.

Colapietro, V. M. (2014). Peirce e a abordagem do self: Uma perspectiva semiótica sobre a subjetividade humana. São Paulo, SP: Intermeios.

Damásio, A. (2000). O mistério da consciência: Do corpo e das emoções ao conhecimento de si. São Paulo, SP: Companhia das Letras.

Dilts, R. (2014). A brief history of logical levels. Santa Cruz, CA: NLP University. Recuperado de https://bit.ly/2UxT5S6

Ekman, P. (2011). A linguagem das emoções. São Paulo, SP: Lua de Papel.

Federação dos Transportadores de Carga do Estado de São Paulo. (2017). O que aconteceria se os caminhões sumissem durante 5 dias? [arquivo de vídeo]. Recuperado de https://bit.ly/2RS5Zsx

Ferrés, J. (1998). Televisão subliminar: Socializando através de comunicações despercebidas. Porto Alegre, RS: Artmed.

Giddens, A. (1989). A constituição da sociedade: Consciência, self e encontros sociais. São Paulo, SP: Martins Fontes.

GloboNews. (2018, 26 de maio). Cade investiga vídeo de 2017 que mostra consequências de possível greve de caminhoneiros [arquivo de vídeo]. Recuperado de https://glo.bo/3dFFcc6

Greve dos caminhoneiros: a cronologia dos 10 dias que pararam o Brasil. (2018). BBC

News Brasil. Recuperado de https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44302137

Lent, R. (2008). Neurociência: Da mente e do comportamento. São Paulo, SP: Guanabara Koogan.

Maingueneau, D. (2008a). Cenas da enunciação. São Paulo, SP: Parábola.

Maingueneau, D. (2008b). Gênese dos discursos. São Paulo, SP: Parábola.

Maingueneau, D. (2013). Análise de textos de comunicação. São Paulo, SP: Cortez.

Peirce, C. (2008). A fixação da crença. São Paulo, SP: Ideias & Letras.

Silva, C. (2018, 31 de maio). Greve de caminhoneiros deixa rastro de prejuízos bilionários em todo o País. Estado de S. Paulo. Recuperado de https://bit.ly/2Uyezi1

Taylor, M. (2006). Rationality and the ideology of disconnection. Cambridge, Inglaterra: Cambridge University Press.

Volóchinov, V. (2017). Marxismo e filosofia da linguagem: Problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. São Paulo, SP: Editora 34.

Publicado
2020-05-07
Como Citar
Antunes Junior, F., & Freitas, E. C. de. (2020). Entre a greve e o locaute:. MATRIZes, 14(1), 241-266. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v14i1p241-266
Seção
Em Pauta/Agenda