Three dimensions for understanding communicational mediations of consumption in contemporaneity

Keywords: Consumption, Mediations, Semiotics, Ethics, Esthetics, Logic

Abstract

This study aims to update a theoretical-methodological reflection on communication to address consumption phenomena and their relevance to communication studies. Our starting point is the communication aspects of sign mediation in consumption. Based on Peirce’s semiotic, we situate these phenomena in three dimensions: esthetics, ethics and logic. We focus on the socio-cultural contexts of these phenomena. Consumption is thus seen as a communicational mediation articulating aspects of socio-cultural dynamics, based on a map of mediations. This model is discussed in its intermedialities by addressing the interactions of goods and consumers which for building cultural meaning linkages.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Clotilde Perez, Universidade de São Paulo

Professora titular do PPGCOM/USP. Líder do Grupo de Estudos Semióticos em Comunicação, Cultura e Consumo (GESC3).

Eneus Trindade, Universidade de São Paulo

Professor Associado-LivreDocente do PPGCOM/USP. Líder do Grupo de Estudos Semióticos em Comunicação, Cultura e Consumo (GESC3)

References

AAKER, D. (2007). Construindo marcas fortes. Porto Alegre: Bookman

BATEY, M. (2010). O significado da marca. Rio de Janeiro: Best Business

CHEVALIER, M. & MAZZALOVO, G. (2007). PróLogo: marcas como fator de progresso. São Paulo: Panda

FERRARRA. L. (2016). A outra caixa de Pandora. MATRIZes, 61-74.. Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da USP. São Paulo: PPGCOM/USP. v. 10, n. 2 maio/ago. http://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/119985/117271

GOBÉ, M.(2002). A emoção das marcas. Rio de Janeiro: Campus

HEPP, A. (2011). Mediatization, Media Technologies and the ‘Moulding Forces’ of the Media. In: International Communication Association Annual Conference, 2011. Boston: ICA, 2011. http://www.andreashepp.name/Blog/Eintrage/2011/5/26_Paper_auf_der_ICA.Tagung_und_mehr_fies/Hepp.pdf

HEPP, A. (2011). (2013). Cultures of mediatization. Cambrige: Polity Press

HJARVARD, S. (2013). The mediatization of culture and society. London: Routledge.

HOLT, D. (2005). A marca ícone. São Paulo: Cultrix.

JENKINS, H.; FORD, S. & GREEN, J. (2013). Spreadable media. New York: New York University Press.

KELLER, K. L.; MACHADO, M. (2006). Gestão estratégica de marcas. São Paulo: Person Prentice Hall.

KLEIN, N. (2000). No Logo. Milano: Baldini e Castoldi

LINDSTROM, M. (2007). BranSense: a marca multissensorial. Porto Alegre: Bookman

LIPOVETSKY, G; & SERROY, J. (2008). La cultura-mundo. Respuesta a uma sociedade desorientada. Barcelona: Anagrama.

LIPOVETSKY, G; & SERROY, J. (2015). A estetização do mundo. Viver na era do capitalismo artista. São Paulo: Cia das Letras.

LOPES, M. I.V.de. (2018a). A teoria barberiana da comunicação. Matrizes (online), v. 12, p.39-63

LOPES, M. I.V.de. (2018b). Jesús Martín-Barbero e os mapas essenciais para compreender a comunicação. InTexto, v. 43, p. 14-23

MARTÍN-BARBERO. J. (2001). Dos meios às mediações. Comunicação, cultura e hegemonia. 2ed. Rio de janeiro: Editora UFRJ.

MCCRACKEN, G. (2003). Cultura & consumo. Rio de Janeiro: Mauad

MILLER, D. (2013). Trecos, troços e coisas. Rio de Janeiro: Zahar

PEIRCE, C. S. (1995). Semiótica. São Paulo: Perspectiva

AUTOR2 (2017). Signos da Marca: expressividade e sensorialidade. 2ª. ed. São Paulo: Cengage.

AUTOR2 (2016). Ecossistema publicitário: o crescimento sígnico da Publicidade In XXIX Intercom. São Paulo: Anais Intercom

AUTOR2. (2018). Estéticas do consumo a partir do ecossistema publicitário. Revista Observatório, v. 4, p. 788-812

AUTOR 2. & BARBOSA, I. (orgs.). (2007). Hiperpublicidade 1 – Fundamentos e teorias. São Paulo: ThomsonLearning

AUTOR 2. & TRINDADE, E. (2014). Marketing e tendências de consumo. In BRITO, C & LENCASTRE, P. (orgs.). (2014). Novos Horizontes do Marketing. Porto: DomQuixote

PONDÉ, L.F. (2017) Marketing existencial. São Paulo: Três Estrelas

ROCHA, E. & PEREIRA, C. (orgs.). (2013). Cultura e imaginação publicitária. Rio de Janeiro: Mauad/PUC Rio

SODRÉ, M. (2014). A Ciência do Comum. Notas para o método comunicacional. Petrópolis: Vozes

SANTAELLA, L. (2000). Estética de Platão a Peirce. São Paulo: Experimento

SANTAELLA, L. (1983). O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense

SEMPRINI, A. (2006). A marca pós-moderna. São Paulo: Estação das Letras

AUTOR 1 (2016). Mediaciones y mediatización del consumo: una nueva perspectiva para los estudios sobre el fenómeno publicitário (Epílogo). In: HELLÌN Ortuño, Pedro; NICOLÀS Romera, César San. El discurso publicitário. Bases simbólicas, semióticas y mitoanalíticas. 1ed.Salamanca: Comunicación Social Ediciones y Publicaciones by Pedro J. Crespo, Editor y Editorial, v. 1, p. 222-231.

AUTOR 1 e AUTOR 2 (2013). Aspectos dos Vínculos de sentidos do Consumo alimentar em São Paulo: difusão publicitária e megatendências. Intercom (São Paulo. Online), v. 36, n. 2. p. 245-266. http://www.scielo.br/pdf/interc/v36n2/12.pdf

AUTOR 1 e AUTOR 2 (2016a). Para pensar as dimensões do consumo midiatizado: teoria, metodologia e aspectos empíricos. Contemporânea (UFBA. ONLINE), v. 14, n.3, p. 385-397 https://portalseer.ufba.br/index.php/contemporaneaposcom/article/viewFile/13485

AUTOR 1 e AUTOR 2 (2016b). Consumo midiáticos e consumo midiatizado: aproximações e diferenças. Uma contribuição teórico-metodológica. In: Caroline Kraus Luvizotto; Célio José Losnak; Danilo Rothberg. (org.). Mídia e Sociedade em transformação. São Paulo: Cultura Acadêmica, v. 1, p. 13-27.

TYBOUT, A. & CALKINS, T. (orgs.) (2006). Branding. São Paulo: Atlas

Published
2019-12-28
How to Cite
Perez, C., & Trindade, E. (2019). Three dimensions for understanding communicational mediations of consumption in contemporaneity. MATRIZes, 13(3), 109-126. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v13i3p109-126
Section
Dossier