Vinho novo em odres velhos:

sociedade de massa, espetacularização e novas tecnologias em Black Mirror

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v14i1p291-296

Palavras-chave:

Black Mirror, novas tecnologias, sociedade midiática

Resumo

O texto trata-se de uma resenha crítica do livro Isso (não) é muito Black Mirror, lançado por André Lemos, em 2018. Nele o autor discute como, apesar de tocar em temas caros à comunicação – como sociedade midiática, mídias digitais, redes sociais, as questões do corpo, da vigilância e demais tecnologias – a série apenas tangencia questões cruciais do século passado. Mesmo que sem negar a importância dos temas discutidos, o livro faz uma crítica às abordagens já ultrapassadas de Black Mirror, que nem de longe conseguem vislumbrar os atuais problemas e desafios da contemporaneidade. Por trás de uma perspectiva que aparentemente fala do futuro, o que se tem, na realidade, são novas tecnologias sendo apresentadas com roupagens velhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreza Patricia Almeida dos Santos, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Doutoranda em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Bolsista Capes. Pesquisadora do Centro de Estudos de Telenovela (ECA/USP) e membro do Observatório Ibero-Americano de Ficção Televisiva (Obitel).

Referências

Coral, G. (2019). O que esperar da 6ª temporada de Black Mirror. Observatório do Cinema. Recuperado de https://bit.ly/2JLxijA

Couldry, N., & Hepp, A. (2016). The mediated construction of reality. Cambridge, Inglaterra: Polity Press.

Harari, Y. N. (2016). Homo Deus: Uma breve história do amanhã. São Paulo, SP: Companhia das Letras.

Hartley, S. (2017). The fuzzy and the techie: Why the liberal arts will rule the digital world. Boston, MA: Houghton Mifflin.

Lemos, A. (2018). Isso (não) é muito Black Mirror: Passado, presente e futuro das tecnologias de comunicação e informação. Salvador, BA: Edufba.

Van Djick, J. (2014). Datafication, dataism and dataveillance: Big Data between scientific paradigm and ideology. Surveillance & Society,12(2), 197-208. doi: https://doi.org/10.24908/ss.v12i2.4776

Publicado

2020-05-07

Como Citar

Santos, A. P. A. dos. (2020). Vinho novo em odres velhos:: sociedade de massa, espetacularização e novas tecnologias em Black Mirror. MATRIZes, 14(1), 291-296. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v14i1p291-296

Edição

Seção

Resenhas de livros

Dados de financiamento