O jornalismo e a arte do saber (ser) sensível

  • Frederico de Mello Brandão Tavares Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Resumo

Esta resenha aponta as contribuições existentes no livro de Cremilda Medina ao campo do Jornalismo. Ao longo do texto, aborda-se a relação entre jornalismo e ciência indicada pela autora, elaborando, a partir de outras referências, um mapa que permita pensar sua obra de um ponto de vista reflexivo. Assim, chamamos a atenção para os principais assuntos elencados, para a maneira como os mesmos encontram-se traçados, e para os conceitos que emergem desse percurso. Em nossa leitura, tentamos dialogar com as propostas do livro, construindo, a partir daquilo que nos afetou, uma compreensão sobre a presença dos afetos na narrativa jornalística sobre a contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Frederico de Mello Brandão Tavares, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
Doutorando em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), onde integra o Grupo de Pesquisa “Estudos em Jornalismo”. Jornalista e Mestre em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Publicado
2009-06-15
Como Citar
Tavares, F. (2009). O jornalismo e a arte do saber (ser) sensível. MATRIZes, 2(2), 276-281. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v2i2p276-281
Seção
Resenhas de livros