Como podemos definir vigilância?

  • Christian Fuchs Universidade de Uppsala
Palavras-chave: Teoria da vigilância, teoria social, teoria da vigilância neutra, teoria da vigilância negativa, estudos críticos sobre vigilância

Resumo

O percurso deste artigo é explorar e comparar maneiras de definir vigilância. Objetivando dar sentido a conceitos que descrevem a realidade das sociedades, a teoria social faz-se necessária. A teoria social é um caminho para esclarecer tais questões ontológicas que se referem à natureza e realidades básicas da vigilância. Delineamos uma distinção entre conceitos neutros ou negativos de vigilância. Este artigo pretende contribuir para a discussão sobre como definir melhor vigilância e pretende mostrar que uma das principais diferenças teóricas e principais questões relacionadas à teoria da vigilância é se ela deve ser definida como uma noção negativa ou neutra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christian Fuchs, Universidade de Uppsala
Professor Titular de Estudos de Mídia e Comunicação da Universidade de Uppsala, Departamento de Informática e Estudos de Mídia, Suécia. Coordena o projeto de pesquisa “Sites de redes sociais na sociedade da vigilância” (2010-2013), financiado pelo Fundo Austríaco para a Ciência.
Publicado
2011-12-15
Como Citar
Fuchs, C. (2011). Como podemos definir vigilância?. MATRIZes, 5(1), 109-136. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v5i1p109-136
Seção
Dossiê