"Corinne ou l'Italie" traduite au Brésil

  • Narceli Piucco Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: História da Tradução, Tradução literária e comentada, Madame de Staël, Corinne ou l’Italie.

Resumo

Este artigo está relacionado à nossa pesquisa de doutorado sobre a tradução de Corinne ou l’Italie (1807) de Germaine de Staël. Na primeira parte, como introdução ao nosso estudo, mostraremos um levantamento sobre a recepção das obras de Staël no Brasil, as traduções e os estudos em torno do autor. Em seguida, descreveremos a obra original Corinne ou l’Italie e a tradução para o português do Brasil Corina ou Itália (1945, Edições Cultura). Como terceiro passo, propomos um projeto de retradução que visa acolher o estrangeiro e produzir uma tradução que destaque a letra da obra (Berman, 1995), bem como o trabalho do tradutor. Ao estudar os trabalhos teóricos sobre a tradução e a literatura de Staël, verificamos os traços estilísticos, semânticos, culturais entre outros, a partir do original e eles são comentados com os diferentes exemplos da retradução da obra.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Narceli Piucco, Universidade Federal de Santa Catarina
Possui graduação em Letras/Francês pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Durante a graduação, trabalhou como bolsista Pibic no projeto O perfil do tradutor literário de língua Francesa que tem como objetivo fazer um levantamento dos tradutores literários no Brasil e traçar o seu perfil, publicados na página www.dicionariodetradutores.ufsc.br. Concluiu o mestrado (2008) em Estudos da Tradução na PGET/ UFSC com a dissertação Corinne ou l'Italie de Mme de Staël: da adaptação à retradução estrangeirizante. Defendeu em 18 de março de 2014 a tese de doutoramento Retradução comentada de Corinne ou l'Italie de Mme de Staël, na mesma Pós-Graduação. Participou da comissão editorial da revista eletrônica Scientia Traductionis. Foi professora substituta do Curso de Letras/Francês da UFSC de 2009-2010 e de abril de 2014 a dezembro de 2015. É professora efetiva de língua estrangeira - francês do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (CA/UFSC).

Referências

ABDALA JR, Benjamin; CAMPADELLI, Samira Youssef. Tempos da literatura Brasileira, São Paulo: Círculo do Livro, 1987.

BASTIN, Georges L. Adaptation, in Routledge Encyclopedia of Translation Studies, 1. ed., 1998, rep. 2001, New York, Routledge.

BERMAN, Antoine. A tradução e a letra, ou, O albergue do longínquo. Tradução Marie-Hélène C. Torres, Mauri Furlan e Andréia Guerini. Rio de Janeiro: 7Letras/PGET, 2007.

BERMAN, Antoine. La traduction et la lettre ou l’auberge du lointain. Paris: Éditions du Seuil, 1999.

BERMAN, Antoine. Pour une critique des traductions : John Donne. Paris: Éditions Gallimard, « Bibliothèque des idées », 1995.

DIDIER, Béatrice. Corinne ou l’Italie de Madame de Staël. Paris: Gallimard, 1999.

GAMBIER, Yves. Adaptation : une ambiguité à intérroger. Meta, 37 (3), 1992. Disponível em:

GAMBIER, Yves. La Retraduction, retour et détour. Meta, 39 (3), 1994. Disponível em:

KLAUDY, Kinga. Explicitation. In: Routledge Encyclopedia of Translation Studies, 1.ed., 1998. rep. 2001, New York, Routledge.

MARPEAU, Elsa. Axelle Beth. Figures de style. Série Mémo. Paris, Librio, 2005.

MILTON, John. A importância de fatores econômicos na publicação de traduções: um exemplo do Brasil, TRADTERM, 17, 2010. Disponível em:

MME DE STAËL-HOLSTEIN. Corina ou a Itália, traduit de la 7ème édition par Francisca de Paula Possolo da Costa, Lisbonne, Impr. nacional, 1834, 4 vol.

MME DE STAËL. Corina, traduit par Mercedes Blasco pseudo. (Conceição Vitória Marques). Argo : Lisbonne, 1945, 548 pp.

MME DE STAËL. Corinne ou l’Italie. Paris : Gallimard, 1985. Presentée et annotée par Simone Balayé, à partir du texte de la troisième édition de 1807.

MME DE STAËL. Delfina, traduit par D. Anna H. da Motta e Silva, Lisbonne, 3 vol. 1843.

CITAR TESE

STAEL-HOLSTEIN, Anne-Louise-Germaine (Necker), barone de. Memórias, publié à titre posthume en 1918 par le duc de Broglie, gendre, et le baron de Staël, précédés par des notes sur la vie et l'œuvre littéraire de madame de Staël par Mme Necker de Saussure, traduit par Antonio Leal da Costa en 1943, Rio de Janeiro, Panamericana.

TORRES, Marie-Hélène Catherine [et al.] (Orgs.) Clássicos da teoria da tradução. 2.ed. rev. e ampl. Volume II - Francês-Português. Florianópolis: Núcleo de Tradução/UFSC, 2018. (Antologia bilíngue)

WYLER, Lia. Que censura? Revista de Documentação de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada, 19, 2003.
Publicado
2018-12-20
Como Citar
Piucco, N. (2018). "Corinne ou l’Italie" traduite au Brésil. Non Plus, 7(14), 212-233. https://doi.org/10.11606/issn.2316-3976.v7i14p212-233
Seção
ESTUDOS DA TRADUÇÃO