A narrativa de vida no romance "La Jalousie", de Alain Robbe-Grillet

Palavras-chave: Alain Robbe-Grillet; La Jalousie; Análise do Discurso; narrativas de si; narrador

Resumo

A narrativa de vida, oriunda da Análise do Discurso, foi amplamente debatida nos trabalhos de Ruth Amossy e de Ida Lúcia Machado, evidenciando as contribuições metodológicas da Análise do Discurso para o estudo de obras literárias. Propõe-se neste artigo analisar o romance La Jalousie, de Alain Robbe-Grillet, sob o ponto de vista das imagens de si no discurso literário, para um melhor entendimento da presença do narrador no romance robbegrilletiano. A ausência de um nome, de pronomes e de características físicas desse narrador-personagem não inviabiliza a percepção de traços da sua personalidade, da sua postura diante da vida e mesmo da sua escolha por esse tipo de apagamento, visto que, como sugere Machado, a narrativa de vida ajuda aquele-que-se-narra a melhor se definir diante do outro a partir do trabalho que empreende ao elaborar uma imagem de si que opere uma reunião de suas experiências. Em La Jalousie, essas experiências do narrador são apresentadas por meio do olhar que ele imprime no texto. O que as imagens de si mostra, em La Jalousie, é que esse olhar do narrador não é neutro e que ele consegue expressar suspeita, ironia, desacordo e uma presença na ausência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amayi Luiza Soares Koyano, Universidade de São Paulo

Mestranda em Estudos Linguísticos, Literários e Tradutológicos em Francês

Departamento de Letras Modernas

 

Referências

AMOSSY, R. (Org.) Imagens de si no discurso: a construção do ethos. Trad. Dilson Ferreira da Cruz, Fabiana Komesu, Sírio Possenti. São Paulo: Editora Contexto, 2008.
BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento – o contexto de François Rabelais. Trad. Yara Frateschi Vieira. São Paulo-Brasília: Editora Hucitec-Editora UnB, 2008.
BERNAL, O. Alain Robbe-Grillet: le roman de l’absence. Gallimard: Paris, 1964.
BUTOR, M. Les “moments” de Marcel Proust. In: Répertoire. Paris: Les Éditions de Minuit, 1960.
JAUSS, H. R. Pour une esthétique de la réception. Paris: Gallimard, 1978.
MACHADO, I. L. Percursos de vida que se entremeiam a percursos teóricos. In: SANTOS, S.; MENEZES, W. (Org.) Discurso, Identidade, Memória. Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora, 2015. p. 83-96.
______. O prefácio visto como uma prática discursiva em que diferentes vidas e obras se entrecruzam. In: Estudos Linguísticos, 43 (3), set./dez., São Paulo, 2014, p. 1129-1139.
______.A ‘narrativa de si’ e a ironia: um estudo de caso à Luz da Análise do Discurso. Cadernos Discursivos, Catalão-GO, v. 1, n. 1, p. 01-16, ago./dez. 2013.
______. Uma analista do discurso face aos ditos de dois políticos: narrativas de vida que se entrecruzam. EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação, Ilhéus, n. 3, p. 68-81, nov. 2012.
PERUGINI, G. P. D. Déconstruction et reconstruction chez Michel Butor et Alain Robbe-Grillet : contribution du nouveau roman à l’imaginaire social des Trente glorieuses (1946-1975). Lille/São Paulo, 2015. Tese (Doutorado) – École Doctorale Sciences de l’Homme et de la Société, Université Charles de Gaulle – Lille III/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
PINO, C. C. A. Gênese de uma crítica mágica. Manuscrítica (São Paulo), v. 1, p. 116-126, 2016.
ROBBE-GRILLET, A. La Jalousie. Paris: Les Éditions de Minuit, 1957.
_______. O ciúme. Trad. Waltensir Dutra. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.
SOARES, Amayi. Ethos e estilo em tradução. In: Anais do VII Congresso Internacional da Abralin. Curitiba: Abralin, 2011. p. 136-144.
Publicado
2018-12-20
Como Citar
Koyano, A. (2018). A narrativa de vida no romance "La Jalousie", de Alain Robbe-Grillet. Non Plus, 7(14), 73-105. https://doi.org/10.11606/issn.2316-3976.v7i14p73-105
Seção
ESTUDOS LITERÁRIOS