Proust e a decadência literária: uma trajetória ambígua

  • Daniel Augusto Pereira Silva Universidade Estadual do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Littérature française, Décadence littéraire, Marcel Proust, J.-K. Huysmans, Littérature fin-de-siècle, Literatura francesa, Decadência literária, Literatura fin-de-siècle, Decadentismo

Resumo

Este artigo trata das relações entre a obra de Proust e a prosa de ficção decadente. Primeiramente, verificamos os seus pontos de aproximação e os de afastamento em relação à poética fin-de-siècle. Em seguida, abordamos a polêmica entre Proust e Lucien Muhfeld que se deu no periódico La revue blanche, tomando-a como representativa, no período, tanto das querelas literárias quanto da recepção crítica da ficção decadente. Por fim, empreendemos uma análise pontual de Les Plaisirs et les Jours (1896), a primeira obra publicada pelo autor, e comparemos alguns de seus aspectos com o texto paradigmático da literatura decadente, À rebours (1884), de J.-K. Huysmans. Embora o autor tenha estabelecido uma relação ambígua e produtiva com a decadência literária, nossa hipótese é de que as narrativas que compõem o volume estudado não se configuram plenamente como decadentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BALTOR, Sabrina Ribeiro. A personagem proustiana e o cubismo. In: Caligrama: Revista de Estudos Românicos, Belo Horizonte, v. 6, p. 157-170, 2001.

CATHARINA, Pedro Paulo Garcia Ferreira. Quadros literários fin-de-siècle: um estudo de Às avessas, de Joris-Karl Huysmans. Rio de Janeiro: 7Letras, 2005.

COMPAGNON, Antoine. Proust entre deux siècles. Paris: Seuil, 1989.

CRESSOT, Marcel. La phrase et le vocabulaire de J.-K. Huysmans : Contribution à l’Histoire de la Langue Française pendant le dernier quart du XIXe siècle. Paris: Librairie E. Droz, 1938.

HURET, Jules. Enquête sur l’évolution littéraire. Paris : Bibliothèque Charpentier, 1891.

HUYSMANS, J.-K. À rebours. Paris: Gallimard, 1983.

HUYSMANS, J.-K. Às avessas. Tradução e estudo crítico de José Paulo Paes. São Paulo : Companhia das Letras, 1987.

JOUVE, Séverine. Les Décadents : bréviaire fin de siècle. Paris: Plon, 1989.

LOCMANT, Patrice. La littérature selon J.-K. Huysmans. In: J.-K. Huysmans : Écrits sur la littérature. Paris: Hermann, 2010.

MARQUÈZE-POUEY, Louis. Le mouvement décadent en France. Paris: PUF, 1986.

MITERRAND, Henri. De l’écriture artiste au style décadent. In : ANTOINE, Gérald ; MARTIN, Robert. Histoire de la langue française (1880-1914). Paris : CNRS Éditions, 1985, p. 467-477.

MUHFELD, Lucien. Contre la clarté. In: La revue blanche, tome XI, Paris, 1896, p. 73-82.

NOGUEIRA, Luciana Persice. A memória de Ruskin no texto de Proust: pátina e enclave. In: GENS, R. NEGREROS, C.; OLIVEIRA, F. (Org.). Belle Époque: crítica, arte e cultura. Rio de Janeiro: LABELLE/FAPERJ; São Paulo: Intermeios, 2016, p. 53-68.

PALACIO, Jean de. La Décadence: le mot et la chose. Paris: Les Belles Lettres/essais, 2011.

PIERROT, Jean. L’Imaginaire décadent (1880-1900). Rouen: Publications des Universités de Rouen et du Havre, 1977.

PROUST, Marcel. Contre l’obscurité. In: La revue blanche, tome XI, Paris, 1896, p. 69-72.

PROUST, Marcel. Les Plaisirs et les Jours. Paris: Gallimard, 1979.

PROUST, Marcel. Os Prazeres e os Dias. Tradução de Fernando Py. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

SALGADO, Marcus Rogério Tavares Sampaio. Vasos comunicantes: os castelos de Huysmans, Breton e Flavio de Carvalho. Tese (Doutorado em Ciências da Literatura) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.

SCHMID, Marion. Proust dans la décadence. Paris: Honoré Champion, 2008.

SILVA, Daniel Augusto P. Horror sexual e ficção decadente. In: FRANÇA, Júlio (Org.). Poéticas do mal: a literatura do medo no Brasil. Rio de Janeiro: Bonecker, 2017, p. 150-177.

TADIÉ, Jean-Yves. Marcel Proust. Biographie. Paris: Gallimard, 1996.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
Silva, D. A. P. (2018). Proust e a decadência literária: uma trajetória ambígua. Non Plus, 7(14), 28-50. https://doi.org/10.11606/issn.2316-3976.v7i14p28-50
Seção
ESTUDOS LITERÁRIOS