Foco e Escopo

A Novos Olhares aceita textos dedicados a uma ampla temática dentro da área de comunicação, recebendo contribuições de professores-doutores, doutores e doutorandos como autores únicos.

Como regra geral, mestres e mestrandos somente terão seus trabalhos aceitos apenas se escritos em coautoria com pesquisadores de maior titulação.

Especialistas, graduados e graduandos não serão aceitos como autores ou coautores de trabalhos.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

São aceitos artigos vinculados à área de atuação da revista e de acordo com suas normas de publicação. Os artigos são submetidos a dois pareceristas que podem ser membros do Conselho Editorial da revista ou convidados ad hoc. Os pareceres seguem critérios de avaliação elaborados pela Comissão Editorial da revista. Em caso de empate entre pareceres, é designado um terceiro parecerista para a decisão final de publicação.

A publicação não cobra qualquer tipo de taxa dos autores do artigo submetido e/ou aprovado para publicação.

 

Periodicidade

A revista é publicada semestralmente, em edições com pelo menos 10 artigos completos, seguindo o formato Volume/Número

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

  

Ética

A Novos Olhares: revista de estudos sobre práticas de recepção a produtos midiáticos segue o código de ética estabelecido pelo Committee on Publication Ethics (COPE).

 

Originalidade e ineditismo         

Para que um texto seja inédito, este não deve ter sido publicado anteriormente. Isso inclui formatos impressos e digitais, com ou sem registro. Em casos de trabalhos que constem em anais de eventos e também materiais já disponíveis em repositórios institucionais (dissertações e teses), os autores são incentivados a revisar suas produções levando em consideração as discussões feitas com os pares antes de realizar submissão à revista.

 

Redundância ou duplicação de publicação         

Todos os artigos passam por processo de detecção de redundância tanto por programas antiplágio como por ação humana. Os resultados são informados aos editores, que passam a investigar e a reunir provas documentais. São observadas a extensão e a natureza da redundância.

Se a sobreposição não for significativa, os revisores serão informados da decisão e dos procedimentos da revisão. Em casos de sobreposição menor – com alguns elementos de redundância ou sobreposição legítima (por exemplo, exposição de métodos, atualização de análises já feitas ou discussão focada em públicos diferentes) – o autor será contatado e informado sobre a posição do periódico. Será explicado que aquele trabalho secundário deve referenciar o original ou, então, ter o material em sobreposição removido. Esse procedimento é acompanhado de revisão e decisão editorial.

Para sobreposições extensas ou resultados muito similares, evidenciando que o autor tentou esconder a redundância, não citando o trabalho anterior, haverá contato por escrito com o autor da submissão apresentando documentação que evidencia duplicação ou redundância e a declaração assinada por ele de que o trabalho submetido não foi publicado em nenhum outro lugar.

Se a resposta do autor for satisfatória – por exemplo, republicação legítima – este será informado sobre a posição do periódico e o comportamento futuro esperado. Quando a resposta for insatisfatória ou houver admissão de culpa, o autor será informado sobre a rejeição de sua submissão e os editores considerarão informar o ocorrido aos agentes superiores e/ou responsáveis pela pesquisa. O revisor também será avisado sobre a ação tomada.

 

Plagiarismo

Casos suspeitos de plagiarismo devem ser informados aos editores. A notificação é confirmada e tem início a reunião de provas documentais a partir de avaliação sobre o grau de cópia.

Em casos de cópia menor – frases curtas, por exemplo, e nenhuma atribuição errada de dados – os editores contatarão o autor da submissão, explicando a posição do periódico e a necessidade de correção do trabalho. Os que relataram a suspeita de plagiarismo serão informados sobre as ações do periódico.

Quando se tratar de plagiarismo claro – com uso de grandes porções de texto e/ou dados, como se fossem de autoria própria – será feito contato por escrito com o autor da submissão, enviando-lhe uma cópia da declaração de autoria e originalidade feita por ele juntamente com as evidências encontradas de plagiarismo. O autor deverá entrar em contato com os editores, fornecendo explicações.

Se a resposta aos editores for satisfatória, o autor será instruído sobre a posição do periódico e o comportamento futuro desejado. Mas, se for insatisfatória, será considerada a retirada do trabalho submetido ou já publicado e o ocorrido será informado aos veículos editoriais envolvidos, também aos agentes superiores e/ou responsáveis pela realização da pesquisa, bem como à vítima e aos leitores.

Nos casos em que o autor não fornecer resposta aos editores, haverá tentativa de contato com os co-autores e/ou a instituição do autor, solicitando que o problema seja informado aos seus superiores ou responsáveis pela pesquisa. Se não houver respostas, o contato será refeito no período de 3 a 6 meses. Depois disso, será cogitado o contato com outras autoridades.

 

Indexação e Índices de Citações

Latindex

Portal de Periódicos CAPES

DOAJ

LatinREV

 

Índices de Citações

Google Scholar

 

Preservação digital

The Keepers Registry