O tempo e o espaço na vida cotidiana: reflexões a partir do filme O terminal

  • Luciana Buksztejn Gomes Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) http://orcid.org/0000-0002-5513-989X
  • Daniela Firmino Cidade Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)
Palavras-chave: tempo, espaço, lugar, vida cotidiana, forasteiro

Resumo

Neste artigo, nos propomos a realizar uma releitura do filme O terminal (The terminal, Steven Spielberg, 2004), destacando pontos que o aproximam às discussões acerca do tempo, espaço, lugar e não-lugar, por meio das lentes de alguns autores. Vemos o filme a partir da concepção de forasteiro, isto é, daquele que é estrangeiro em um determinado tempo e espaço. Com isso, buscamos trazer à tona aspectos que nos proporcionem pensar o cotidiano a partir dessas dimensões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Buksztejn Gomes, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)

Doutoranda e mestre em Comunicação Social pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social (PPGCOM) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Graduada em Direito pela PUC-RS.

Daniela Firmino Cidade, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)

Mestranda pelo PPGCOM da PUC-RS. Especialista em Comunicação com o Mercado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Especialização em Marketing pela Instituição Educacional São Judas Tadeu (IESJT). Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

AUGÉ, Marc. Não-Lugares. Introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas, São Paulo: Papirus, 1994.

FOLHA DE SÃO PAULO. Personagem que inspirou "O Terminal" espera seu próprio final feliz. São Paulo. 15 set. 2004. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u47369.shtml>. Acesso em: 20 dez. 2017.

LOPES, Patrícia. Conheça Sir Alfred Mehran, o homem que morou 18 anos em um aeroporto. Observatório de Relações Internacionais. 25 nov. 2010. Disponível em: <https://neccint.wordpress.com/2010/11/25/conheca-sir-alfred-mehran-o-homem-que-morou-18-anos-em-um-aeroporto/>. Acesso em: 20 dez. 2017.

NICCOL, Andrew et. al. O Terminal (The terminal). [Filme-Vídeo]. Produção e direção de Steven Spielberg. Estados Unidos, 2004, 2h8min. col.

SANTOS, Milton. Técnica, Espaço, Tempo. Globalização e meio-técnico científico informacional. 5 ed. São Paulo: Editora de Universidade de São Paulo, 2008.

SCHUTZ, Alfred. Estudios sobre teoría social – Escritos II. Organizador: Arvid Brodersen. Buenos Aires: Amorrortu Editores, 2003.

______. El forasteiro. Enasayo de psicologia social. In: Estudios sobre teoria social – Escritos II. Buenos Aires: Amorrortu editores, 1999, p. 95-107.

______. Common-sense and scientific interpretation of human action. Philosophy and Phenomenological Research, v. XIV, n. 1, p. 1-30, 1953. Tradução de Christina W. Andrews. Disponível em: <https://cienciassociaisunifesp.files.wordpress.com/2011/07/alfred_schutz_senso_comum.pdf>. Acesso em: 22 dez. 2017.

Publicado
2018-07-10
Como Citar
Gomes, L., & Cidade, D. (2018). O tempo e o espaço na vida cotidiana: reflexões a partir do filme O terminal. Novos Olhares, 7(1), 88-95. https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2018.143329
Seção
ARTIGOS