Comunicação, subjetividade e transporte nas cidades

  • Janice Caiafa Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Processos Comunicativos, Transporte, Subjetividade, Espaço Urbano

Resumo

Neste trabalho propomos considerar num mesmo campo problemático organização midiática e ocupação urbana. Argumentamos que os diversos regimes de velocidade ou energéticas comunicacionais que se constroem – envolvendo arranjos tanto de fluxos semióticos, como na comunicação remota ou nas transmissões televisivas, quanto de fluxos materiais, como nos transportes – incidem sobre os espaços das cidades e contribuem para produzir formas de sociabilidade e de subjetivação. Examinando os fenômenos do advento do automóvel e da televisão em meados do século passado e da irrupção recente das mídias digitais, buscamos analisar estas questões a partir de casos concretos nos contextos americano e brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janice Caiafa, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Antropologia pela Cornell University, Professora titular da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), poeta e pesquisadora do CNPq.

Referências

ALVES, G. da A. O modelo de Barcelona: uma análise crítica. GEOUSP: Espaço e Tempo, São Paulo, n. 20, p. 185-186, 2006. Disponível em: http://bit.ly/2JzkgrD. Acesso em: 31 ago. 2018.

ARANTES, O. B. F. Uma estratégia fatal: a cultura nas novas gestões urbanas. In: ARANTES, O. B. F.; VAINER, C.; MARICATO, E. (org.). A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000. p. 11-74.

BERRY, M.; HAMILTON, M. Changing urban spaces: mobile phone on trains. Mobilities, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 111-129, fev. 2010. Disponível em: http://bit.ly/2VKTnlT. Acesso em: 31 ago. 2018.

BLACHE, J. Coup d’oeil sur les villes américaines. Revue de Géographie de Lyon, Géocarrefour, Lyon, v. 30, p. 1-18, 1955. Disponível em: http://bit.ly/30BswfX. Acesso em: 31 ago. 2018.

BRAUDEL, F. Civilisation matérielle, économie et capitalisme, XVe-XVIIIe siècle. Paris: Armand Colin, 1979.

BRUNO, F. Vídeo-vigilância e mobilidade no Brasil. In: LEMOS, A.; JOSGRILBERG, F. (org.). Comunicação e mobilidade: aspectos socioculturais das tecnologias móveis de comunicação no Brasil. Salvador: Edufba, 2009. p. 137-150.

______. Mapas de crime: vigilância distribuída e participação na cultura contemporânea. In: BRUNO, F.; KANASHIRO, M.; FIRMINO, R. (org.). Vigilância e visibilidade: espaço, tecnologia e identificação. Porto Alegre: Sulina, 2010. p. 155-173.

CAIAFA, J. Fast trips and foreignnesses: an anthropological study of hispanic women as other in American Society. 1991. Tese (Doutorado em Antropologia) – Cornell University, Ithaca, 1991.

______. Jornadas urbanas: exclusão, trabalho e subjetividade nas viagens de ônibus na cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002.

______. Une aventure propre aux villes. Chimères, Paris, n. 54-55, 2004a.

______. Comunicação da diferença. Revista Fronteiras: Estudos Midiáticos, São Leopoldo, v. 6, n. 2, p. 47-56, jul./dez. 2004b. Disponível em: http://bit.ly/2HR9KZA. Acesso em: 31 ago. 2018.

______. Aventura das cidades: ensaios e etnografias. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

______. Aspectos do múltiplo nas sociedades da comunicação. Revista Contracampo, Niterói, n. 22, p. 130-146, fev. 2011. Disponível em: http://bit.ly/2Erp8L2. Acesso em: 31 ago. 2018.

______. Trilhos da cidade: viajar no metrô do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2013.

CAREY, J. W. Communication as culture: essays on media and society. Boston: Unwin Hyman, 1989.

CLADEL, G.; FEIGELSON, K.; GÉVAUDAN, J.-M.; LANDAIS, C.; SAUVAGET, D. (org.). Le cinéma dans la cité. Paris: Éditions du Félin, 2001.

COOLEY, C. H. The significance of communication. In: COOLEY, C. H. Social organization: a study of the larger mind. New York: Charles Scribner’s Sons, 1909. p. 61-65. Disponível em: http://bit.ly/2JVAivf. Acesso em: 31 ago. 2018.

CUDAHY, B. J. Cash, tokens, and transfers: a history of urban mass transit in North America. New York: Fordham University Press, 1990.

DANEY, S. Ciné journal: volume II, 1983-1986. Paris: Cahiers du Cinéma, 1998.

DELEUZE, G. Michel Tournier e o mundo sem outrem. In: DELEUZE, G. Lógica do sentido. São Paulo: Perspectiva, 1974. p. 311-330.

______. Lettre à Serge Daney: optimisme, pessimisme et voyage. In: DANEY, S. Ciné journal: volume I, 1981-1983. Paris: Cahiers du Cinéma, 1998. p. 97-112.

______. Post-scriptum sur les sociétés de contrôle. In: DELEUZE, G. Pourparlers (1972-1990). Paris: Les Éditions de Minuit, 1990. p. 240-252.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mille Plateaux: capitalisme et schizophrénie. Paris: Les Éditions de Minuit, 1980.

DUPUY, G. O automóvel e a cidade. Lisboa: Instituto Piaget, 1998.

DUARTE, F.; FIRMINO, R. Espaço, visibilidade e tecnologias: (re)caracterizando a experiência urbana. In: BRUNO, F.; KANASHIRO, M.; FIRMINO, R. (org.), Vigilância e visibilidade: espaço, tecnologia e identificação. Porto Alegre: Sulina, 2010. p. 94-113.

FERRAZ, T. G. A segunda cinelândia carioca: cinemas, sociabilidade e memória na Tijuca. Rio de Janeiro: Multifoco, 2009.

GUATTARI, F. Revolução molecular: pulsações políticas do desejo. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1987.

______. Caosmose: um novo paradigma estético. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

GUATTARI, F.; ROLNIK, S. Micropolítica: cartografias do desejo. Petrópolis: Vozes, 1986.

HAYE, Y. de la. Marx & Engels on the means of communication: the movement of commodities, people, information & capital. New York: International General; Bagnolet: International Mass Media Research Center, 1980.

LEMOS, A. Cultura da mobilidade. Revista FAMECOS, Porto Alegre, n. 40, p. 28-35, dez. 2009. Disponível em: http://bit.ly/30BR8Fb. Acesso em: 31 ago. 2018.

______. Mídias locativas e vigilância: sujeito inseguro, bolhas digitais, paredes virtuais e territórios informacionais. In: BRUNO, F.; KANASHIRO, M.; FIRMINO, R. (org.). Vigilância e visibilidade: espaço, tecnologia e identificação. Porto Alegre: Sulina, 2010. p. 61-93.

MATTELARD, A. La mondialisation de la communication. Paris: PUF, 1996.

MORLEY, D. Communications and transport: the mobility of information, people and commodities. Media, Culture & Society, [S. l.] v. 33, n. 5, p.743-759, 2011.

MOSS, S. End of the car age: how cities are outgrowing the automobile. The Guardian, London, 28 abr. 2015. Disponível em: http://bit.ly/2WeheyU. Acesso em: 31 ago. 2018.

MUMFORD, L. The city in history. New York: Harcourt, Brace & World, 1961.

PACKER, J.; OSWALD, K. From windscreen to widescreen: screening technologies and mobile communication. The Communication Review, [S. l.], v. 13, n. 4, 2010.

PICON, A. La ville des réseaux: un imaginaire politique. Paris: Manucius, 2014.

SENNETT, R. The conscience of the eye. New York: W. W. Norton & Company, 1992.

SIMMEL, G. The metropolis and mental life. In: WOLFF, K. H. (org.). The Sociology of Georg Simmel. New York: Free Press, 1964. p. 409-424.

SIVAK, M. Has motorization in the U.S. peaked? Part 10: vehicle ownership and distance driven, 1984 to 2016. Ann Arbor: The University of Michigan, 2018. Disponível em: http://bit.ly/2EtEor0. Acesso em: 31 ago. 2018.

SMERK, G. M. The federal role in urban mass transportation. Bloomington: Indiana University Press, 1991.

SOUZA, M. C. S. Nas ruas do cinema: por uma cartografia dos vestígios cinematográficos no espaço urbano do Rio de Janeiro. Revista Extraprensa, São Paulo, v. 3, n. 3, p. 823-833, 2010. Disponível em: http://bit.ly/2YJWFI9. Acesso em: 31 ago. 2018.

TOURNIER, M. Vendredi ou les limbes du Pacifique. Paris: Gallimard, 1967.

VAINER, C. B. Pátria, empresa e mercadoria: notas sobre a estratégia discursiva do Planejamento Estratégico Urbano. In: ARANTES, O. B. F.; VAINER, C.; MARICATO, E. (org.). A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000. p. 75-103.

VIRILIO, P. O espaço crítico. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

WIRTH, L. O urbanismo como modo de vida. In: VELHO, O. G. (org.). O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Zahar, 1973. p. 90-113.

Publicado
2019-07-04
Como Citar
Caiafa, J. (2019). Comunicação, subjetividade e transporte nas cidades. Novos Olhares, 8(1), 7-19. https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2019.149997
Seção
ARTIGOS