Revendo Imagens do Povo pela Locomoçã o e Politizaçã o

  • Samuel Paiva
  • Joyce Cury
Palavras-chave: Documentários Brasileiros, Locomoção, Politização, Aspectos Históricos

Resumo

Tomando como premissa o fato de que as manifestações políticas ocorridas no Brasil em junho de 2013 foram alavancadas pelo Movimento Passe Livre (MPL), este artigo estabelece uma comparação entre filmes documentários que tanto se relacionam com a história deste movimento - como A revolta do buzu (Carlos Pronzato, 2003), Junho, o mês que abalou o Brasil (João Wainer, 2014) e 20 centavos (Tiago Tambelli, 2014) -como também produções da chamada Caravana Farkas, da década de 1960, em especial Viramundo (Geraldo Sarno, 1965), com interesse em questionar a história da associação entre locomoção, politização e representação do povo no âmbito do documentário brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel Paiva
Professor de Teoria e História do Audiovisual na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), vinculado ao Departamento de Artes e Comunicação, onde atua no Curso de Imagem e Som, no Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som e no Grupo de Pesquisa Cinemídia – Estudos sobre História e Teoria das Mídias Audiovisuais.
Joyce Cury
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som da UFSCar com projeto de pesquisa relacionado à Caravana Farkas e, mais precisamente, aos documentários dirigidos por Paulo Gil Soares. É bolsista da CAPES e integrante do Grupo de Pesquisa Cinemídia – Estudos sobre História e Teoria das Mídias Audiovisuais.
Publicado
2014-12-18
Como Citar
Paiva, S., & Cury, J. (2014). Revendo Imagens do Povo pela Locomoçã o e Politizaçã o. Novos Olhares, 3(2), 100-112. https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2014.90207
Seção
DOSSIÊ