Preferência da paisagem no Parque Municipal Rudolfo Arno Goldhardt de Panambi/RS

  • Samara Simon Christmann Universidade Federal de Santa Maria. Programa de Pós-Graduação em Geografia
  • Eliane Maria Foleto Universidade Federal de Santa Maria. Programa de Pós-Graduação em Geografia https://orcid.org/0000-0003-2205-7801
Palavras-chave: Espaços livres, Preferência da paisagem, Questionários, Parques

Resumo

O presente artigo busca analisar um dos principais espaços livres dedicados ao lazer e recreação da população de Panambi/RS: o Parque Municipal Rudolfo Arno Goldhardt. Procura-se avaliá-lo por meio da preferência da paisagem – que pode ser replicado em outros espaços livres –, através de fotografias e questionários de abordagem quali-quantitativa que exploram a percepção e opinião da população. Ao final, procura-se contribuir com recomendações que subsidiem na sua gestão e planejamento territorial, com o objetivo de valorizar as potencialidades locais, investir nas fragilidades, possibilitar melhor apropriação e identidade e promover a conservação ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samara Simon Christmann, Universidade Federal de Santa Maria. Programa de Pós-Graduação em Geografia

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria, bacharel em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Cruz Alta. Atualmente é arquiteta e urbanista.

Eliane Maria Foleto, Universidade Federal de Santa Maria. Programa de Pós-Graduação em Geografia

Doutora em Engenharia da Produção pela UFSC. Mestre em Engenharia Civil pela UFSC. Graduada em Geografia pela FCLIC. Atualmente é professora da Graduação e da Pós-Graduação da UFSM.

Referências

ANDRÉ, Pierre; SCHWARZ, Maria L.; SEVEGNANI, Lucia. Preferências e valores para com as paisagens da Mata Atlântica: uma comparação segundo idade e o gênero. Revista Caminhos da Geografia, Uberlândia, v.9, n. 16, p. 114-132, jun. 2008. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/viewFile/15797/8930. Acesso em: 20 jan. 2017.

BERNÁLDEZ, Fernando G. Invitación a la ecologia humana: la adaptación afectiva al entorno. Madrid: Tecnos, 1985.

BIONDI, Daniela; KOZERA, Carina; VIEIRA, Carolina H. S. D. Preferência visual de paisagens do Parque Municipal do Passaúna, Curitiba, PR. Revista Paisagem Ambiente, n.24, p. 421-430, 2007. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i24p421-430

BOLÓS, Maria. Manual de ciencia del paisage: Teoría, métodos y aplicaciones. Barcelona: Masson S. A., 1992.

KAPLAN, Rachel. The analysis of perception via preference: a strategy for studying how the environment is experienced. Lanscape Planning, Amsterdam, v. 12, p. 161-176, 1985. Disponível em: https://deepblue.lib.umich.edu/bitstream/handle/2027.42/25604/0000151.pdf?1The. Acesso em: 01 jul. 2017.

MACEDO, Silvio S. Espaços livres. Revista Paisagem e Ambiente, São Paulo, n. 7, p. 15-56, jun. 1995.

MACEDO, Silvio. S; ROBBA, Fábio. Praças Brasileiras. São Paulo: Edusp, 2002.

MACEDO, Silvio S.; SAKATA, Francine G. Parques Urbanos no Brasil. 3. ed. São Paulo: Edusp, 2010.

MACEDO, Silvio S. et al. Considerações preliminares sobre o sistema de espaços livres e a constituição da esfera pública no Brasil. In: ANDRADE, Rubens de; SCHLEE, Mônica B.; TÂNGARI, Vera R. (org.). Sistema de espaços livres: o cotidiano, apropriação e ausências. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Pós-Graduação em Arquitetura, 2009. P. 60-83.

MAGNOLI, Miranda M. E. M. Espaços livres e urbanização: Uma introdução a aspectos da paisagem metropolitana. 1982. Tese (Livre-docência) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1982.

MASCARÓ, Juan L. (org.) Infra-estrutura da paisagem. Porto Alegre: Masquatro Editora, 2008.

PEREIRA, Frank G. O pampa como bioma e paisagem cultural: um estudo de percepção ambiental e preferência paisagística. 2012. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2012.

Plano Diretor Participativo de Desenvolvimento Municipal de Panambi – RS. 2008.

MARENZI, Rosemeri C. Estudo da valoração da paisagem e preferências paisagísticas no município de Penha – SC. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais), Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1996.

Museu e Arquivo Histórico Professor Hermann Wegermann – MAHP. Panambi: De Colônia a Município. 2 ed. Panambi: Bühring Ltda., 2014.

PIPPI, Luis G. A. et al. A dinâmica dos espaços livres intra-urbanos da cidade de Santa Maria-RS. Revista Paisagem e Ambiente, São Paulo, n. 29, p. 189-226, 2011. DOI: //doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i29p189-225. Acesso em: 27 set. 2016.

PIPPI, Luis G. A. et al. Utilização de multimétodos de caracterização e análise da paisagem e dos espaços livres intraurbanos de Santa Maria - RS. Revista Paisagem e Ambiente, São Paulo, n. 36, p. 139-175, 2015. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i36p139-175.

RODRIGUEZ, José M. M.; SILVA, Edson V. A. Planejamento e Gestão Ambiental: subsídios da geoecologia das paisagens e da teoria geossistêmica. Fortaleza: Edições UFC, 2013.

SANTIAGO, Alina G. As formas de uso no sistema de espaços livres: evento e cotidiano no espaço central de Florianópolis. In: ANDRADE, Rubens de; SCHLEE, Mônica B.; TÂNGARI, Vera R. (org.). Sistema de espaços livres: o cotidiano, apropriação e ausências. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Pós-Graduação em Arquitetura, 2009. P. 228-239.

TUAN, Y. F. Topofilia: Um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980.

Publicado
2018-12-19
Como Citar
Christmann, S., & Foleto, E. M. (2018). Preferência da paisagem no Parque Municipal Rudolfo Arno Goldhardt de Panambi/RS. Paisagem E Ambiente, (42), 135-150. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i42p135-150
Seção
Espaços Livres