Exercício de conservação do jardim histórico do conjunto moderno da SUDENE: uma experiência didática no curso de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave: Jardim histórico, Burle Marx, Conservação, Recife

Resumo

Os jardins históricos são um patrimônio vivo e, como obra de arte efêmera, condição atrelada ao vegetal, necessitam de cuidados constantes para que seus valores patrimoniais não sejam perdidos e, consequentemente, a autenticidade, a integridade e a significância. Desta forma, objetivou-se com este artigo, sintetizar as principais discussões e resultados obtidos na disciplina Oficina de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo 2A – Arquitetura da Paisagem do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco pelo pioneirismo em ofertar uma disciplina direcionada ao entendimento e à conservação de jardins históricos, tema ainda pouco explorado no âmbito da graduação dos cursos de arquitetura e urbanismo no Brasil. O Jardim da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, projetado em 1972 por Roberto Burle Marx, foi escolhido como objeto de estudo por ser um marco do modernismo no Brasil (jardim e edifício), bem como por estar em processo de descaracterização. Ao final da oficina chegou-se a um estudo preliminar com diretrizes que embasarão o projeto de restauro do jardim.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joelmir Marques da Silva, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Laboratório da Paisagem.

Professor Doutor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Pesquisador do Laboratório da Paisagem, ambos da Universidade Federal de Pernambuco. Membro do International Scientific Committee on Cultural Landscapes (ISCCL - ICOMOS-IFLA). Membro do International Council of Monuments and Sites (ICOMOS-BRASIL). Colaborador do Posgrado (Maestría y Doctorado) en Diseño, Planificación y Conservación de Paisajes y Jardines da Universidad Autónoma Metropolitana unidad Azcapotzalco.

Raquel Nadine Cavalcante Ferreira, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Laboratório da Paisagem.

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano. Pesquisadora do Laboratório da Paisagem da UFPE.

Wilson de Barros Feitosa Júnior, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Laboratório da Paisagem.

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano. Pesquisador do Laboratório da Paisagem da UFPE.

Thais Santos Costa, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Laboratório da Paisagem.

Thais Santos Costa

Graduanda do Curso de Arquitetura e Urbanismo e Pesquisadora do Laboratório da Paisagem, ambos da Universidade Federal de Pernambuco.

Elzilane Carvalho, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Laboratório da Paisagem.

Graduanda do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco.

Referências

AÑÓN FELIÚ, Carmen. El jardín histórico: notas para una metodología previa al proyecto de recuperación. In: ICOMOS. Jardins et sites historiques. Madrid: Doce Calles, 1993. p. 312-325.

BALDINI, Umberto. Teoría de la restauración y unidad de metodología. Madrid: Nerea, 2002.

BISPO, Alba. Patrimônio modernista: um estudo sobre os critérios de preservação aplicados na Sudene. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado de Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

CARBONARA, Giovanni. Avvicinamento al restauro: teoria, storia, monumenti. Napoli: Liguori, 1997.

CARTA de Florença (1981). In: CURY, Isabelle (org.). Cartas patrimoniais. Rio de Janeiro: Iphan, 2000, p. 253-258.

FERREIRA, Raquel. O jardim de Burle Marx para a Sudene: um patrimônio moderno no Recife. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado de Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2018.

FERREIRA, Raquel; SILVA, Jônatas; VIEIRA-DE-ARAÙJO, Natália. A sede da Sudene: desafios a conservação de um marco modernista na paisagem recifense. In: SIMPÓSIO CIENTÍFICO ICOMOS BRASIL, 2., 2018, Belo Horizonte. Anais […]. Belo Horizonte: UFMG, 2018. p. 2672-2693. Disponível em: https://bit.ly/3aRozrh. Acesso em: 30 abr. 2020.

GIEDION, Sigfried. Le Brésil et l’architecture contemporaine. L’Architecture d’aujourd’hui, Paris, n. 43, p. 3, 1952.

IPHAN. Carta dos Jardins Históricos Brasileiros dita Carta de Juiz de Fora. [Juiz de Fora]: Iphan, 2010. Disponível em: https://bit.ly/3f9ffSU. Acesso em: 30 abr. 2020

IPHAN. Manual de intervenção em jardins históricos. Rio de Janeiro: Iphan, 1999.

JARDINS brasileiros com flora brasileira: brejo e caatinga, plantas dos desertos e das aguas com motivos ornamentaes. O Carioca, Rio de Janeiro, p. 32-33, 20 jun. 1936.

NASLAVSKY, Guilah. Arquitetura moderna no Recife 1949-1972. Recife: [s. n.], 2012.

SÁ CARNEIRO, Ana Rita; CASTEL-BRANCO, Cristina; SILVA, Joelmir Marques da. Burle Marx no Recife: restauro do jardim do aeroporto dos Guararapes como bem patrimonial. Paisagem e Ambiente, São Paulo, n. 37, p. 53-71, 2016. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i37p53-71.

SÁ CARNEIRO, Ana Rita, SILVA, Joelmir Marques da; ROLIM, Maria Eduarda Dantas de Oliveira. Inventário e conservação do jardim de Burle Marx na Sudene. Percurso, Maringá, v. 10, n. 1, p. 111-130, 2018.

SANTANA, Jorge. O planejamento regional do nordeste brasileiro e o papel da Sudene. Revista Brasileira de Geografia, Rio de Janeiro, v. 51, n. 2, p. 5-15, 1939. p. 5-15.

SILVA, Joelmir Marques da. Integridade visual nos monumentos vivos: os Jardins Históricos de Roberto Burle Marx. 2017. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2017.

Publicado
2020-06-15
Como Citar
Silva, J., Ferreira, R. N., Feitosa Júnior, W., Costa, T., & Carvalho, E. (2020). Exercício de conservação do jardim histórico do conjunto moderno da SUDENE: uma experiência didática no curso de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco. Paisagem E Ambiente, 31(45), e165344. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.paam.2020.165344
Seção
Ensino e Pesquisa