Novos paradigmas para o ensino e o planejamento da paisagem

  • Lúcia Capanema Álvares Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Arquitetura
  • Geruza L Tibo
  • Simone S. Safe
Palavras-chave: Planejamento. Paradigmas. Sustentabilidade. Participação. Inclusão. Diversidade formal.

Resumo

As condições de vida nas cidades vêm, desde fins do século XIX, demandando a constante evolução do planejamento e do profissional que o exerce. Este estudo parte da hipótese de descompasso entre a prática profissional do planejador – e a demanda no planejamento da paisagem; seu objetivo é abordar paradigmas do planejamento da paisagem e sua incorporação ao ensino de arquitetura e urbanismo. Analisa as grades curriculares de três cursos de arquitetura e urbanismo em Belo Horizonte, avaliando a formação do profissional para a prática do planejamento.Verificou-se que o ensino aponta algumas diretrizes contemporâneas, mas ainda não é visto como processo – complexo, contínuo e integrado. As recomendações visam formar um profissional crítico, reflexivo e de conhecimento multidisciplinar que contemple as ciências sociais e ambientais, sem o qual não se pode atuar na paisagem urbana da atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-12-04
Como Citar
Álvares, L., Tibo, G. L., & Safe, S. (2006). Novos paradigmas para o ensino e o planejamento da paisagem. Paisagem E Ambiente, (22), 41-49. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i22p41-49
Seção
ENEPEA