A expansão das cidades brasileiras: um processo sem fim

  • Staël de Alvarenga Pereira Costa Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Urbanismo
Palavras-chave: Bordas metropolitanas. Políticas públicas. Impactos.

Resumo

As grandes cidades brasileiras apresentam na atualidade processos de desenvolvimento e de formação das suas formas urbanas semelhantes, apesar de algumas terem sido criadas seguindo planos urbanísticos diversos e algumas mesmo, fundadas para atender propósitos políticos diferenciados. Apesar destas diferenças todas estas ao crescer apresentam expansões além dos limites administrativos territoriais. As políticas de planejamento urbano e controle da expansão urbana provaram-se pouco eficazes na formação de cidades legais e o crescimento extensivo praticamente, ocorre sem controle. Os novos tipos de ocupação como as atividades industriais, as comerciais de grande porte, novos subúrbios residenciais e, ao mesmo tempo, as periferias pobres apresentam diferentes formas urbanas. Para o abrigo destas formas, as florestas têm suas áreas reduzidas, a paisagem é transformada, os corpos d água são canalizados. No cômputo final os seus leitos são cada vez mais rasos.e poluídos. Este trabalho apresenta as principais características das cidades que estão sob processos semelhantes e discute o tipo mais recente deste processo, que ocorre nas bordas das cidades. Apresenta como estudo de caso, a cidade de Belo Horizonte, uma cidade planejada para ser uma capital de estado 108 anos atrás, para questionar se as políticas governamentais estão sendo realmente implementadas como normas para controle da expansão urbana ou se são somente utilizadas para ocultar a real intervenção de promover a especulação do solo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Staël de Alvarenga Pereira Costa, Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Urbanismo

Arquiteta e urbanista (EAUFMG), master of Arts in Urban Design (Oxford Polytechnic), doutora em Arquitetura e Urbanismo em Estruturas Ambientais Urbanas (FAUUSP), professora da Escola de Arquitetura/ UFMG – Departamento de Urbanismo. 

Publicado
2006-12-04
Como Citar
Costa, S. (2006). A expansão das cidades brasileiras: um processo sem fim. Paisagem E Ambiente, (22), 257-266. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i22p257-266
Seção
ENEPEA