Em torno de “Todesfuge” de Paul Celan

  • Maria Silvia Cintra Martins Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: diálogo, Todesfuge, Poética, oralidade

Resumo

Exploro neste trabalho o poema “Todesfuge”, do poeta e tradutor alemão Paul Celan, e, a partir dele, teço relações com concepções advindas do ideário do linguista, poeta e tradutor francês Henri Meschonnic. As temáticas da Ética e da Estética, caras aos dois autores, fazem-se presentes. No decorrer da análise de “Todesfuge”, chamo a atenção, particularmente, para a forma da tradução de seu título em língua portuguesa, assim como para as eventuais decorrências dessas escolhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-02-22
Como Citar
Martins, M. S. (2019). Em torno de “Todesfuge” de Paul Celan. Pandaemonium Germanicum, 22(37), 357-376. https://doi.org/10.11606/1982-88372237357
Seção
Artigos