Leituras facilitadas como mediação linguística no ensino/aprendizagem de alemão como língua estrangeira

Palavras-chave: leitura facilitada, mediação linguística, alemão como língua estrangeira

Resumo

Analisando convergências entre o uso da tradução no ensino de línguas e a prática com livros de leitura facilitada (LLFs), postulamos que a facilitação que constitui esses livros pode ser vista como uma forma de tradução, conhecida por mediação linguística (em alemão, Sprachmittlung). Para aprofundar os estudos sobre os LLFs e considerando o interesse dos aprendizes de alemão como língua estrangeira pela literatura em língua alemã, analisamos uma obra facilitada para nível B1 e a comparamos com o texto original. A obra escolhida foi Die Verwandlung, de Franz Kafka, adaptada por Achim Seiffarth (2003). Utilizando ferramentas computacionais, geramos dados quantitativos ligados à linguística de corpus, buscando verificar em que medida o perfil lexical e as características estruturais dessa obra contribuem para a facilitação do texto. Como resultado, entendemos que o livro de leitura facilitada (LLF) analisado aproxima os aprendizes do texto e pode contribuir para a expansão de seu vocabulário, realizando, portanto, a mediação linguística. Além disso, os LLFs tornam possível a leitura de clássicos da literatura em língua alemã nos estágios intermediários de aprendizagem dessa língua, que de outra forma seria difícil ou impossível.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-05
Como Citar
Cândido, A., & Evangelista, M. C. (2020). Leituras facilitadas como mediação linguística no ensino/aprendizagem de alemão como língua estrangeira. Pandaemonium Germanicum, 23(40), 90-114. https://doi.org/10.11606/1982-8837234090
Seção
Artigos