O estilo em Alfred Döblin

  • Elcio Loureiro Cornelsen Universidade Federal de Minas Gerais; Faculdade de Letras
Palavras-chave: Alfred Döblin, estilo, romance, obra épica, modernidade

Resumo

O objetivo do presente artigo é apresentar alguns aspectos teóricos postulados pelo escritor alemão Alfred Döblin em seus ensaios ao desenvolver sua própria concepção da obra épica na "era da técnica" à luz de questões estilísticas, propondo conceitos como "estilo cinematográfico", "despersonalização", "fantasia factual" e "fantasia cinética". Para uma delimitação conceitual em relação à noção de "estilo", serão tomadas por base as considerações de Antoine Compagnon, postuladas na obra O demônio da teoria (1999), bem como as reflexões de Walter Benjamin, presentes na resenha "A crise do romance" (1930) e no ensaio "O narrador" (1936).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-01-01
Como Citar
Cornelsen, E. (2010). O estilo em Alfred Döblin . Pandaemonium Germanicum, (15), 50-69. https://doi.org/10.1590/S1982-88372010000100005
Seção
Literatura/ Cultura - Literatur-/Kulturwissenschaft