Nackter Amor - grimmige Fama. Sellbststilisierung und freie Sexualität in den "Römischen Elegien" Goethes

  • Helmut Galle
Palavras-chave: Goethe, elegia, poesia erótica, sexualidade, Príapo, Roma, imagem do autor, opinião pública

Resumo

Pode-se entender o conjunto completo de 24 poemas pertencentes ao ciclo das "Elegias Romanas" como uma tentativa de Goethe de conseguir uma reabilitação do sexual, legitimida pelo gênero da poesia amorosa romana. Ao mesmo tempo esse projeto poético serve para obter a aceitação pública à sua nova forma de vida, o matrimônio não legalizado com Christiane Vulpius, considerado imoral pela maioria das pessoas em Weimar. O ciclo original de 24 poemas mostra mais claramente as intenções e o pensamento do autor que as 20 elegias que ele publicou depois, mas até essa versão censurada permitiu a transformação da imagem pública do poeta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helmut Galle

Der Autor war Lektor des Deutschen Akademischen Austauschdienstes in Portugal, Brasilien und Argentinien und ist zur Zeit als Dozent in der Área de Alemão der Universität von São Paulo (USP) tätig.

Publicado
2001-12-19
Como Citar
Galle, H. (2001). Nackter Amor - grimmige Fama. Sellbststilisierung und freie Sexualität in den "Römischen Elegien" Goethes. Pandaemonium Germanicum, (5), 41-71. https://doi.org/10.11606/1982-8837.pg.2001.64287
Edição
Seção
Literatura/Cultura - Literatur-/Kulturwissenschaft