Ethnopoesie und Ethnographie

  • Willi Bolle
Palavras-chave: Antropologia, Etnografia, Etnopoesia, Religiões afro-brasileiras, Hubert FICHTE

Resumo

Este trabalho investiga que tipo de conhecimentos específicos proporciona a antropologia poética ou etnopoesia, Hubert FICHTE (1935-1986), em comparação com a etnografia atual. Para tanto, são analisados contrastivamente o livro de FICHTE, Das Haus der Mina in São Luiz de Maranhão (1989), e o estudo do antropólogo Sergio FERRETTI, Querebentã de Zomadônu. Etnografia da Casa de Minas do Maranhão (1983-1996) - tendo ambos os autores trabalhado juntos, no mesmo local, sobre o mesmo assunto. Na comparação de métodos e resultados, a etnopoesia leva vantagem quanto à arte da entrevista, à primazia dada ao discurso dos informantes e à interpretação psicossocial dos rituais religiosos que são relacionados com temas de interesse geral. Por outro lado, realçam-se como pontos mais fortes da etnografia, a maior penetração teórica e a qualidade da transmissão didática na cultura do outro, juntamente com a tradução dos conceitos básicos, através de um glossário. - Veja-se também, neste mesmo número da revista Pandaemonium Germanicum, o artigo complementar de Sergio FERRETTI, "Etnografia e Etnopoesia".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Willi Bolle
Der Autor ist Professor für Literaturwissenschaft an der Universidade de São Paulo, Área de Alemão.
Publicado
2001-12-19
Como Citar
Bolle, W. (2001). Ethnopoesie und Ethnographie. Pandaemonium Germanicum, (5), 115-123. https://doi.org/10.11606/1982-8837.pg.2001.64329
Edição
Seção
Literatura/Cultura - Literatur-/Kulturwissenschaft