Die Welt von Gestern: Übersetzungen ins Spanische und Portugiesische

  • George Bernard Sperber
Palavras-chave: Stefan Zweig, exílio, tradução, censura

Resumo

Stefan Zweig foi o único autor relevante de língua alemã que, na década de quarenta do século passado, escolheu o Brasil para o seu exílio. Neste país ele veio a cometer suicídio. Antes disso escreveu aqui o livro frequentemente citado e mais frequentemente criticado em que o Brasil é chamado o país do futuro. Mas foi também no Brasil que Zweig terminou a sua obra Die Welt von Gestern, um livro de memórias, uma prestação de contas com o mundo do qual Zweig provinha, uma obra de relevância histórico-cultural e política, que foi imediatamente publicada em traduções para o espanhol (argentino) e o português (brasileiro). Quando comparadas com o original em alemão, estas traduções apresentam cortes e mudanças significativos, que podem ser atribuídos à intervenção de uma censura qualquer e que prejudicam a brisância política do livro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

George Bernard Sperber

Der Autor ist Professor für Literatur- und Übersetzungswissenschaft an der Universidade de São Paulo, Área de Alemão.

Publicado
2001-12-19
Como Citar
Sperber, G. (2001). Die Welt von Gestern: Übersetzungen ins Spanische und Portugiesische. Pandaemonium Germanicum, (5), 265-276. https://doi.org/10.11606/1982-8837.pg.2001.64360
Edição
Seção
Tradução – Übersetzung