O trabalho de tradutor como fonte para constituição de base de dados

  • Bibiana Teixeira de Almeida
Palavras-chave: Tradução, terminologia, digitalização de base de dados

Resumo

O presente artigo visa a relatar o trabalho desenvolvido durante o projeto de iniciação científica “O trabalho de tradutor como fonte para a constituição de base de dados”. Através da documentação, recuperação e digitalização do glossário pessoal e de parte do acervo de livros de traduções do falecido tradutor público Gustavo Lohnefink, o referido projeto de pesquisa teve por objetivo principal constituir uma base de dados digital de termos técnicos para o par de línguas alemão – português e colocá-lo à disposição de tradutores(as). Para tanto, foi necessário o desenvolvimento de uma metodologia específica, aqui relatada, que poderá servir como ponto de partida para o tratamento e a recuperação de acervos semelhantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bibiana Teixeira de Almeida

Bibiana T. de Almeida é aluna do curso de pós-graduação em tradução do CITRAT/FFLCH/USP e desenvolveu o projeto “O trabalho de tradutor como fonte para a constituição de base de dados”, como bolsista da FAPESP, sob a orientação do Prof. Dr. João Azenha Jr.

Publicado
2005-12-17
Como Citar
Almeida, B. (2005). O trabalho de tradutor como fonte para constituição de base de dados. Pandaemonium Germanicum, (9), 393-416. https://doi.org/10.11606/1982-8837.pg.2005.73946
Edição
Seção
Tradução – Übersetzung