Pós-modernidade como gesto de despedida: a "crítica autorreferencial da razão" no pensamento estético Nietzschiano:

  • Nabil Araújo UFMG; Faculdade de Letras

Resumo

Partindo das considerações de Gianni Vattimo e de Jürgen Habermas sobre a instauração nietzschiana da pós-modernidade como uma "despedida" à modernidade ocidental e ao tipo de racionalidade a ela associada, este texto analisa o modo pelo qual uma "crítica autorreferencial da razão" (Habermas) é efetivamente engendrada pelo pensamento estético nietzschiano, de modo a reconsiderar os termos pelos quais a própria "despedida" pós-moderna deve ser concebida.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-12-01
Como Citar
Araújo, N. (2013). Pós-modernidade como gesto de despedida: a "crítica autorreferencial da razão" no pensamento estético Nietzschiano: . Pandaemonium Germanicum, 16(22), 179-201. https://doi.org/10.1590/S1982-88372013000200010
Seção
Literatura/ Cultura - Literatur-/Kulturwissenschaft