Benjamin leitor de Brecht: cinema e distanciamento

  • Bruna Della Torre de Carvalho Lima Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Departamento de Sociologia

Resumo

A influência de Bertolt Brecht sobre Walter Benjamin é comumente atribuída à assimilação da tradição de crítica marxista pelo último. O presente artigo busca realizar uma crítica imanente e teórica da obra de ambos com o fito de investigar outras faces possíveis dessa influência. Sendo assim, o objetivo é demonstrar que o "Efeito de distanciamento" (em alemão Verfremdungseffekt) utilizado por Brecht em seu teatro épico tem um papel fundamental na leitura que Benjamin fará do cinema e aparece nas quatro versões do ensaio sobre "A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica", bem como na sua teoria sobre a "aura".

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-12-01
Como Citar
Lima, B. (2014). Benjamin leitor de Brecht: cinema e distanciamento. Pandaemonium Germanicum, 17(24), 37-52. https://doi.org/10.1590/1982-88373752
Seção
Literatura/ Cultura - Literatur-/Kulturwissenschaft