Alguns momentos da divisão e união em Hölderlin e Hegel

Autores

  • Danilo Chiovatto Serpa Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Departamento de Letras Modernas

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-88375386

Resumo

O presente texto lida com a forma do juízo em Hölderlin e Hegel, focalizando principalmente seus momentos de divisão e unificação. Inicialmente, unificação e divisão são aqui tratadas a partir de temáticas desenvolvidas em torno do amor no séc. XVIII. O juízo é analisado basicamente no âmbito da Ciência da lógica, de Hegel, de prefácios do romance Hyperion e do texto "Juízo e Ser", de Hölderlin. A análise visa expor as passagens entre esses momentos do juízo nos textos supracitados, as quais mobilizam relações entre singular, particular e geral. Considerando essas relações, propõe-se uma interpretação do romance acima mencionado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-01

Como Citar

Serpa, D. C. (2014). Alguns momentos da divisão e união em Hölderlin e Hegel . Pandaemonium Germanicum, 17(24), 53-86. https://doi.org/10.1590/1982-88375386

Edição

Seção

Literatura/ Cultura - Literatur-/Kulturwissenschaft