Maria Antonia: um mito?

  • Maria Helena Bueno Trigo Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Mito, Memória, Reconstrução, Sociabilidade, Rituais, Identidade, Grupo Universitário, Faculdade de Filosofia

Resumo

O objetivo deste artigo é fazer uma reconstrução do espaço da Faculdade de Filosofia da USP quando funcionava na rua Maria Antonia, décadas de 50 e 60, tomando como base depoimentos (publicados) de alunos, depois professores, dessa instituição. O texto examina os códigos de sociabilidade praticados pelo grupo universitário e pretende, ainda, examinar os ritos instituídos, mostrando como essa reconstrução do passado deu origem a uma memória mítica

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Helena Bueno Trigo, Universidade de São Paulo
Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Sociologia da FFLCH-USP
Publicado
1995-12-02
Como Citar
Trigo, M. H. (1995). Maria Antonia: um mito?. Plural, 2, 98-108. https://doi.org/10.11606/issn.2176-8099.pcso.1995.68045
Edição
Seção
Artigos