Patrick Geddes e a Escola Territorialista Italiana: aproximações conceituais e metodológicas. Reflexões a partir da participação de crianças na representação de valores patrimoniais da cidade de Santa Leopoldina–ES/Brasil

  • Bruno Amaral de Andrade Universidade Federal do Espírito Santo. Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Laboratório Patrimônio & Desenvolvimento.
  • Renata Hermanny de Almeida Universidade Federal do Espírito Santo. Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Laboratório Patrimônio & Desenvolvimento.
Palavras-chave: Geddes, Patrick, 1854-1932. Escola Territorialista Italiana. Representação de valores. Participação de crianças. Santa Leopoldina – ES/Brasil.

Resumo

O estudo de Patrick Geddes sobre a criança na cidade reporta às Mostras sobre o Bem-Estar da criança, bem como ao interesse por estudos acerca das origens históricas e geográficas das cidades, a partir de fábulas ligadas às condições simples e naturais da relação do homem com o meio ambiente, por exemplo, estórias de caçador, mineiro, lenhador, pastor, camponês e pescador. A Escola Territorialista Italiana, de Alberto Magnaghi, revisita de maneira crítica e reflexiva a abordagem participativa precursora do pensamento geddesiano e desenvolve método, técnica e instrumento para a participação de crianças como atoresprotagonistas na representação e no projeto do território. Com efeito, este artigo discute a representação de valores por crianças em sítio histórico de valor patrimonial, originalmente ocupado por imigrantes de origem germânica, a cidade de Santa Leopoldina, no Estado do Espírito Santo, Brasil. Isso é feito tendo por referência desenhos elaborados por alunos de faixa etária entre 11 e 15 anos, desenvolvidos individual e coletivamente. Os desenhos, produzidos por diferentes estratégias lúdicopedagógicas, revelam maior relação afetiva com o ambiente paisagístico do que com o ambiente urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Amaral de Andrade, Universidade Federal do Espírito Santo. Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Laboratório Patrimônio & Desenvolvimento.
http://lattes.cnpq.br/2883004910881772
Renata Hermanny de Almeida, Universidade Federal do Espírito Santo. Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Laboratório Patrimônio & Desenvolvimento.
 http://lattes.cnpq.br/6084375628734298

Referências

ANDRADE, Bruno Amaral de. Representando o patrimônio territorial com tecnologia da geoinformação. Experimento em Santa Leopoldina – Espírito Santo. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Espírito Santo, 2015.

ANDRADE, Bruno Amaral de. Rio Santa Maria da Vitória, patrimônio protagonista do desenvolvimento regional de Santa Leopoldina/ES. Relatório de Iniciação Científica (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Departamento de Arquitetura da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.

ANDRADE, Bruno Amaral de. Uma rota patrimonial para o baixo rio Santa Maria da Vitória/ES. Instrumento de conservação, valorização, requalificação e/ou transformação do Patrimônio Territorial. Monografia (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Departamento de Arquitetura da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012a.

CHOAY, Fraçoise. La città. Utopie e realtà, Turim: Giulio Einaudi Editore, 2008.

COLA, César. Ensaio sobre o desenho infantil. Lorena: CCTA, 2003. 1014 p.

DIAS, Genebaldo Freire. Pegada ecológica e sustentabilidade. São Paulo: Gaia, 2002.

FERRARO, Giovanni. Rieducazione alla speranza - Patrick Geddes, planner in India, 1914-1924. Milão: Jaca Book, 1998.

GEDDES, Patrick. Cidades em evolução. São Paulo: Papirus, 1994.

GEDDES, Patrick. City Development: A Study of Parks, Gardens and Culture Institutes. A report to the Dunfermline Carnegie Dunfermline Trust. Edimburgo: Geddes and company; Birmingham: Saint George Press, 1904. 231 p.

KINDEL, Eunice Aita Isaia. Educação ambiental. Porto Alegre: Mediação, 2006.

LINDNER, Nelcio. Educação ambiental como meio de integração do sistema de gestão ambiental à cultura organizacional: uma proposta metodológica. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000. 184 p.

MAGNAGHI, Alberto. Il progetto locale: verso la coscienza di luogo. Turim: Bollati Boringhieri, 2010.

MAGNAGHI, Alberto. La rappresentazione identitaria del territorio. Atlanti, codici, figure, paradigmi per il progetto locale. Florença: Alinea Editrice, 2005.

MAGNAGHI, Alberto. La regola e il progetto: Un approccio bioregionalista alla pianificazione territoriale. Florença: Firenzi University Press, 2014.

MAGNAGHI, Alberto. Rappresentare i luoghi. Metodi e tecniche. Florença, Alinea Editrice, 2001.

MAGNAGHI, Alberto. Scenari strategici. Visioni identitarie per il progetto di territorio. Florença: Alinea, 2007.

MAGNAGHI, Alberto; GIACOMOZZI, Sara. Un fiume per il territorio: Indirizzi progettuali per il parco fluviale del Valdarno empolese. Florença, Firenzi University Press, 2009.

MARGUCCIO, Antonio. Il progetto di territorio tra intuizione e metodo. Lisboa: Insedicity, 2009.

MOURA, Ana Clara Mourão; ALMEIDA, Rafael Novais Martins de; CORRÊA, Isadora Monteiro. VGI (Volunteered Geographic Information) aplicado para promover a participação cidadã em Belo Horizonte - MG. In: XXVI CONGRESSO BRASILEIRO DE CARTOGRAFIA, 2014, Gramado, Rio Grande do Sul. Disponível em: http://www.cartografia.org.br/cbc/trabalhos/6/723/CT06-118_1404418005.pdf. Acesso em: 15 jun. 2015.

PABA, Giancarlo. Insurgent City: racconti e geografie di un'altra Firenze. Florença, Media Print, 2002.

PECORIELLO, Anna Lisa. La città in gioco. Prospettive di ricerca aperte dal riconoscimento del bambino come attore nela trasformazione della città. Tese (Doutorado em Progettazione Urbana e Territoriale e Ambientale), Facoltà di Architettura da Università degli Studi di Firenze, 2002.

PECORIELLO, Anna Lisa; PABA, Giancarlo. La città bambina. Esperienze di progettazione partecipata nelle scuole. Florença, Masso delle Fate, 2006. 216 p.

PECORIELLO, Anna Lisa; RUBINO Adalgisa. Esperienze di partecipazione, In: Contesti 2/2010 - Il progetto territorialista. Florença, All’Insegna del Giglio, 2011. 128p.

PIAGET, Jean. La rappresentazione dello spazio nel bambino. Florença: Giunti Barbera, 1976.

POLI, Daniela. Il bambino educatore. Progettare con i bambini per migliorare la qualità urbana. Florença: Alinea, 2006.

SERRA, Geraldo G. Pesquisa em arquitetura e urbanismo: guia prático para o trabalho de pesquisadores em pós-graduação. São Paulo: Edusp & Mandarim, 2006.

Publicado
2016-07-04
Como Citar
Andrade, B., & Almeida, R. (2016). Patrick Geddes e a Escola Territorialista Italiana: aproximações conceituais e metodológicas. Reflexões a partir da participação de crianças na representação de valores patrimoniais da cidade de Santa Leopoldina–ES/Brasil. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 23(39), 120-137. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v23i39p120-137
Seção
Artigos