O design para estímulo a experiências territoriais com a arte

  • Leandro Miletto Tonetto Universidade do Vale do Rio dos Sinos.
  • Fabrício Farias Tarouco Universidade do Vale do Rio dos Sinos.
  • Monica Greggianin Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Design territorial. Arte na cidade. Bienal do Mercosul.

Resumo

Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, promove-se como um destino cultural para a comunidade local e para os visitantes. Alguns projetos conhecidos são o Porto Alegre em Cena, Porto Verão Alegre e Serenata Iluminada, além da Bienal de Artes Visuais do Mercosul, que teve sua 9ª edição no ano de 2013. Nesse contexto, a pesquisa desenvolvida visou compreender como projetar estímulos que facilitem a criação de vínculos dos cidadãos com a arte, na cidade de Porto Alegre, partindo da experiência da 9a Bienal do Mercosul. Foi realizada uma pesquisa de natureza exploratória, sobre a experiência de pessoas que têm recorrência na visitação da Bienal, por meio de vinte entrevistas em profundidade. Os resultados foram discutidos a partir de suas potencialidades para fomentar projetos de design aplicado ao território, e ratificaram o potencial que o espaço da cidade tem para estimular a conexão entre pessoas e arte, o que pode ser trabalhado por instituições diversas, a partir de intervenções planejadas. Além disso, observou-se que o território, como objeto projetual no design, pode oferecer não apenas um espaço adequado para as pessoas, mas também facilitar a dinâmica social que nele acontece. Nesse cenário, o fator interação que se estabelece entre o território, a arte e as pessoas facilita o desenvolvimento do vínculo emocional entre a Bienal e os habitantes da cidade. Porto Alegre, como metrópole permeada pela arte no período da Bienal, é um fenômeno único, a ser observado. As conclusões apontam que, apesar de alguns elementos parecerem independentes da cidade, outros, como o uso de seus espaços característicos, são circunscritos a aspectos marcadamente locais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Miletto Tonetto, Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Bacharel, mestre e doutor em Psicologia (PUCRS), pós doutorado em Design pela Delft University of Technology (Holanda), coordenador do Bacharelado em Design da Unisinos e docente do Programa de Pós-Graduação em Design da Unisinos. Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Fabrício Farias Tarouco, Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Graduado em Design Gráfico pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), mestre em Design Estratégico pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Doutor em Ciências da Comunicação (Unisinos), coordenador do Bacharelado em Design da Unisinos. Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Monica Greggianin, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Graduada em Design de Produto pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Especialista em História da Arte Moderna e Contemporânea (Escola de Música e Belas Artes do Paraná) e Mestranda em Design na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). 

Publicado
2015-06-02
Como Citar
Tonetto, L., Tarouco, F., & Greggianin, M. (2015). O design para estímulo a experiências territoriais com a arte. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, 22(37), 166-181. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v22i37p166-181
Seção
Artigos